Calor gera prejuízo de quase R$ 250 milhões à agropecuária do MS

Publicado em 16/10/2014 12:49 370 exibições

A onda de calor, a maior dos últimos 15 anos, deixa um rastro de prejuízo de quase R$ 250 milhões na agropecuária de Mato Grosso do Sul. Segundo matéria publicada hoje no Correio do Estado, as perdas da soja, cujo plantio está parado, representam quebra de R$ 100 milhões. Já para a pecuária, o decréscimo estimado é de até R$ 140 milhões. O plantio da soja em Mato Grosso do Sul deve recuar para a estaca zero por causa da estiagem. “É muito provável que as 100 mil hectares plantadas sejam perdidas”, projetou o analista em agricultura da Famasul, Leonardo Carlotto Portalete. Ele calcula que o prejuízo alcance R$ 100 milhões, considerando apenas os custos de produção. Por causa da seca, os produtores suspenderam o plantio do grão, provocando uma janela de duas semanas de atraso.

Portalete explica que o custo médio de plantio é de R$ 1 mil por hectare. Ele informou, ainda, que a área com soja corresponde, até o momento, a 100 mil hectares. Se o calor e a falta de chuva matarem a totalidade das lavouras – o que é muito provável, segundo o analista –, os produtores amargarão prejuízo de R$ 100 milhões. “E isso só com o custo de plantio”, observa o especialista.

Leia a notícia na íntegra no site do Agora MS.

Tags:
Fonte:
Agora MS

0 comentário