Nível do Sistema Cantareira continua em queda e registra 6,7%

Publicado em 19/12/2014 14:07 61 exibições

Desde o início do mês, o Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento da Grande São Paulo, já perdeu dois pontos percentuais no nível de seus reservatórios, ao atingir hoje (19) 6,7%, em relação aos 6,9% de ontem. Esse foi o único dos seis mananciais administrados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) a receber pequeno volume de chuva ontem (18).

No acumulado do mês, choveu sobre esse sistema apenas 42,3 milímetros, abaixo da média para o mês de dezembro de 220,9 milímetros. Há previsão de novas pancadas de chuva de hoje para amanhã (20), em parte do estado de São Paulo, incluindo localidades do Sistema Cantareira, segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos. Essas precipitações podem ocorrer de forma isolada.

Além do Sistema Cantareira, houve redução no nível dos reservatórios de outros quatro sistemas. A exceção foi do Sistema Rio Grande que ficou estável em 64,9%. No Sistema Alto Tietê, o nível passou de 10,5% para 10,4%; no Guarapiranga (de 35,9% para 35,5%); no Alto Cotia (de 30,4% para 30,2%) e no Rio Claro (de 27,8% para 27,2%).

Diante da crise hídrica, o governo paulista decidiu implantar uma nova medida de contenção no uso da água que prevê um adicional de 20% na cobrança da tarifa dos consumidores que gastarem até 20% acima da média. Caso o consumo exceda os 20%, o valor poderá ficar até 50% mais alto. Essa nova medida começa a valer a partir do próximo dia 1º.

Se o consumidor tiver aumento de consumo devido à visita de parentes ou ao aumento de integrantes da família, ele deverá enviar um formulário para negociar a tarifa. A meta do governo é economizar 2,5 metros cúbicos de água por segundo no estado.

O governo manteve por mais um ano os bônus para quem reduzir o consumo. Kits para economia de água – quatro válvulas de redução de vazão para serem instaladas nas torneiras – serão distribuídos gratuitamente para todos os consumidores do estado e serão entregues pelos profissionais que fazem a leitura do relógio de consumo de água.

 

Tags:
Fonte:
Agência Brasil

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário