Café, açúcar e fumo lideraram exportações do agronegócio em janeiro

Publicado em 04/02/2015 11:32
79 exibições

Café, açúcar e fumo superaram as dificuldades existentes no mercado internacional e lideraram as exportações brasileiras do agronegócio no mês passado. É o que revelam os números divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). No entanto, em comparação com janeiro de 2014, a balança comercial do mês apresentou quedas em diversas transações. As exportações recuaram 14,5%, as importações 16% e a corrente de comércio (exportações mais importações), 15,3%. Assim, a balança comercial brasileira fechou em janeiro de 2015 com um déficit de US$ 3,17 bilhões.

Ao analisar o desempenho da pauta exportadora como um todo, percebe-se que poucos setores apresentaram desempenho positivo, em comparação com janeiro do ano passado. Mesmo enfrentando cenário econômico incerto, alguns setores do agronegócio conseguiram  performance positiva nas vendas externas no mês passado.

Café liderou - O destaque do mês de janeiro, no segmento do agronegócio, ficou por conta da cafeicultura: apresentou crescimento de 58,2% em valor, comparado com igual período de 2014. Fator decisivo para essa alta foi a expectativa criada com uma possível queda na safra do grão, em virtude dos problemas climáticos enfrentados pelos cafeicultores.

O bom desempenho do produto, no entanto, não foi resultado apenas da elevação dos preços, mas também do aumento de 7,0% no volume exportado no mês passado. É importante lembrar que o Brasil é o principal produtor e exportador mundial de café.

A maior receita com as exportações do agronegócio em janeiro, contudo, pertence ao setor de carnes. As vendas externas desse segmento somaram US$ 47,8 milhões, ficando em quinto lugar no quadro geral. Entretanto, o setor apresentou queda de 14,8% no valor total das exportações, quando comparado a janeiro de 2014. 

Os preços não apresentaram variação relevante, mas as quantidades tiveram quedas expressivas. Com redução de 8,6% no valor exportado, em relação a janeiro do ano passado, a carne de frango somou US$ 418 milhões em vendas e foi a principal responsável pela queda no desempenho geral do setor. As exportações de carne bovina e de carne suína também caíram, para US$ 326 milhões e US$ 65 milhões, respectivamente.

O segmento açúcar, em sétimo lugar nas vendas externas em geral, apresentou crescimento modesto (2,6%). O açúcar refinado foi o principal produto do agronegócio em termos de valor exportado, US$ 615 milhões. Mas apresentou queda de 12,8%, quando comparado com o desempenho de janeiro do ano passado. Enquanto as exportações físicas de açúcar refinado praticamente dobraram, houve redução superior a 15% nos preços.

Outro destaque da pauta de exportações do país em janeiro foi o segmento fumo e sucedâneos: crescimento de aproximadamente 29% no período, puxado pelo aumento das vendas de fumo em folha que alcançaram US$ 132 milhões em 2015.

Tags:
Fonte: CNA

Nenhum comentário