Na Folha: Índia e sua demanda podem ser a salvação da "lavoura" da região Sul do Brasil

Publicado em 11/10/2016 07:15 e atualizado em 11/10/2016 08:18
1015 exibições
Por Mauro Zafalon, coluna Vaivém das Commodities

A China foi a grande mola propulsora para o desenvolvimento da agricultura brasileira nas extensas áreas do Centro-Oeste. Agora é a vez de a Índia dar nova vida à agricultura brasileira, principalmente à do Sul do país.

A Índia, que tem tido um crescimento econômico de 6% a 7% nos últimos anos, vai ultrapassar os chineses em população nos anos 2050. A necessidade por alimentos vai explodir, mas o país tem recursos naturais limitados.

É difícil imaginar que haverá uma sustentabilidade alimentar para tanta gente sem mudanças radicais.

O país tem um um sistema agrário fragmentado. Não tem espaço para grandes fazendas ou para agricultura empresarial e industrial.

A avaliação é de Maurício Lopes, presidente da Embrapa, que esteve em recente visita à Índia com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

"O Brasil tem de olhar a Índia com mais carinho. O país não tem como incorporar conhecimento e tecnologia em velocidade que o permita dar saltos, ao contrário do que ocorreu com o Brasil", diz ele.

"Não acordamos para o potencial dos indianos, e as relações comerciais entre Brasil e Índia são frágeis. Não é uma relação de comércio forte, parecido com o da China", diz.

Leia a notícia na íntegra no site Folha de S.Paulo.

Tags:
Fonte: Folha de S.Paulo

Nenhum comentário