Uruguai e China fazem acordos para relações no setor agropecuário

Publicado em 19/10/2016 09:59
115 exibições

Um total de 16 acordos de cooperação em várias áreas, sendo quatro deles no setor agropecuário, foram assinados pelos governos da China e do Uruguai. Na assinatura dos documentos estiveram os presidentes Tabaré Vázquez e Xi Jinping. Entre as questões acordadas, estiveram a isenção de vistos em passaportes diplomáticos, oficiais e de serviços e assuntos públicos, educação, cultura, defesa, turismo, esporte, setor florestal, tecnologias da informação, comunicações e o setor agropecuário.

No setor agropecuário, depois de um frutífero diálogo técnico entre ambos os governos, foram assinados os protocolos para o acesso de cítricos e soja provenientes do Uruguai ao mercado chinês, além de um acordo de cooperação florestal.

Também foi assinado, na presença do presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, um Plano Quinquenal para o Melhoramento da Cooperação Agrícola até 2020.

O plano tem como objetivo o intercâmbio de políticas agrícolas e experiências de desenvolvimento, assim como aprofundar a cooperação em assuntos como o plantio de cultivos, sanidade vegetal, melhoramento genético, sanidade animal, pecuária e processamento de produtos agrícolas.

Outros pontos a serem destacados no plano são os investimentos e o comércio agrícola, o fortalecimento da exploração e do uso de recursos agrícolas, o enriquecimento do mercado agroalimentar de ambos os países e incrementar a competitividade internacional das empresas agrícolas.

Além disso, ele ainda aponta para uma prioridade de cooperação em temas relativos ao uso eficiente da água e da agricultura de inverno, a criação de animais e serviço veterinário, sanidade vegetal, pesca e aquicultura, pesquisa cientíifica e tecnolóogica, intercâmbio de recursos genéticos, produção de leite, biotecnologia agrícola, produção de cultivos e sementes, pesticidas, capacitação de recursos humanos em matéria agrícolas e cooperação no comércio agrícola.

O ministro chinês de Pecuária, Han Changfu, disse que a agricultura de ambos os países é altamente complementar e que a China continuará fortalecendo a cooperação entre eles no âmbito da ciência e da tecnologia agrícolas, na saúde animal, na pecuária, na pesca e no comércio agrícola, assim como os investimentos em cooperação e intercâmbio.

Por sua parte, o ministro da Pecuária, Agricultura e Pesca do Uruguai, Tabaré Aguerre, disse que a China é o maior sócio comercial do Uruguai e agradeceu pelo apoio para o desenvolvimento agricola do país. Neste sentido, também apontou que está disposto a promover ainda mais colaboração entre os países nos campos de irrigação, na agricultura e no desenvolvimento sustentável, para aprofundar as relações bilaterais.

Por: Izadora Pimenta, com informações do TodoElCampo.com.uy
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário