Quarto Diálogo Brasil-Japão será realizado em agosto

Publicado em 09/05/2019 15:25
84 exibições
Tereza Cristina e ministro da Agricultura japonês acertaram nesta quinta-feira que evento será sediado no Brasil

Os ministros Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Takamori Yoshikawa (Agricultura, Floresta e Pesca do Japão) acertaram nesta quinta-feira (9) a realização do Quarto Diálogo Brasil-Japão em agosto. O evento ocorrerá no Brasil.

Tereza Cristina reuniu-se com o ministro hoje, primeiro dia da visita da ministra ao Japão. Yoshikawa se comprometeu a vir ao Brasil para o Quarto Diálogo.

No encontro, os ministros debateram a abertura do mercado japonês para exportação de carnes in natura e frutas, como abacate. Esses temas devem, inclusive, ser debatidos pelos dois países em agosto.

“Essa fruta brasileira [abacate] tem uma grande aceitação no Japão, usada na alimentação e também nos cosméticos. É uma fruta muito procurada pelos japoneses. Em breve, acho que teremos esse mercado aberto para o Brasil”, disse a ministra, ao fazer um balanço do primeiro dia de visita.

Takamori Yoshikawa informou que espera dar uma resposta rápida às solicitações do governo brasileiro.

Tereza Cristina e Yoshikawa irão participar da Reunião dos Ministros da Agricultura do G20, em Niigata, na costa japonesa, nos dias 11 e 12 de maio.

A ministra também reuniu-se com o ministro da Saúde, Trabalho e Bem-estar, Takumi Nemoto, para discutir a venda de extrato de carnes, miúdos cozidos e carnes termoprocessadas. “Reunião foi muito boa e aguardamos em breve uma definição do governo japonês”, afirmou.

Nos encontros, a ministra destacou que uma das metas do Brasil é retirar a vacinação de febre aftosa do rebanho bovino. O Plano Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa vai até 2026. Atualmente, o único estado livre de febre aftosa sem vacinação é Santa Catarina.  

Carnes

Depois de Estados Unidos, China e Vietnã, o Japão é o quarto maior importador de carne bovina do mundo. No entanto, ainda é um dos mercados de carne não acessados pelo Brasil, que é o segundo maior produtor e exportador de carnes bovina do mundo.

De 2010 a 2019, as exportações brasileiras de carne bovina cresceram cerca de 31%, de acordo com dados da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura. Os cinco maiores compradores da carne bovina brasileira são Hong Kong (24,3%), China (19,7%), Egito (11,2%), a União Europeia (7,2%) e o Chile (6,9%), segundo a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne Bovina (Abiec).

O Brasil exporta carnes de frango e suína para os japoneses. No ano passado, foram exportadas 389.855 toneladas de carne de frango in natura para os japoneses, que somaram US$ 709,3 milhões.

Agenda no Japão

Além dos encontros com os ministros, Tereza Cristina reuniu-se com representantes da Agência Internacional de Cooperação do Japão (Jica) e Federação das Indústrias do Japão (Keidanren). Nas reuniões, a ministra apresentou áreas do agronegócio com potencial de investimento estrangeiro. 

Tags:
Fonte: MAPA

0 comentário