Após ação da CNA e Farsul, Irã prospecta exportadores do agronegócio gaúcho

Publicado em 22/05/2019 11:50
97 exibições

A visita de nove adidos agrícolas ao Rio Grande do Sul em abril apresenta os primeiros resultados. A missão, que fez parte da 5ª edição do programa Intercâmbio AgroBrazil, da CNA, conheceu o Porto de Rio Grande, propriedades rurais de alto desempenho e tecnologia e indústrias do setor do estado. Em consequência da ação, a Embaixada do Irã entrou em contato com a Confederação solicitando a indicação de empresas exportadoras de arroz, soja, milho e carne.

A Farsul entrou em contato com empresas com o perfil solicitado para repassar à Embaixada. O interesse foi grande, com exceção dos frigoríficos. O pedido das indicações partiu do Segundo Secretário da Embaixada da República Islâmica do Irã, Mohsen Shahbazi, integrante do grupo. Além do Irã, também enviaram representantes Austrália, Burkina Faso, Chile, China, Egito, França, Japão e Singapura. Para o presidente do Sistema Farsul e diretor de Relações Internacionais da CNA, Gedeão Pereira, o pedido é resultado direto das ações da CNA frente ao mercado internacional. Ele destaca a possibilidade de ampliação desses resultados. “É bom que se diga que naquela ocasião estiveram aqui também as embaixadas chinesa e japonesa, países que visitamos agora. E ambos estão aguardando as definições necessárias no Brasil para desencadear um processo de investimento muito forte.”, comenta.

O Programa de Intercâmbio AgroBrazil é um projeto da Superintendência de Relações Internacionais da CNA para aproximar delegações estrangeiras dos produtores rurais brasileiros. Desde 2017, a iniciativa já levou representantes de 20 países para conhecerem o processo produtivo de 17 culturas do agro brasileiro. 

Tags:
Fonte: Farsul

Nenhum comentário