Agro em Dados de setembro destaca a recuperação de preços no mercado de leite, safra de grãos e exportações do agro em GO

Publicado em 02/09/2020 09:52 57 exibições

Em Goiás, a conjuntura no mercado de leite é de recuperação dos preços e com tendência a continuar em crescimento. No cenário nacional é de demanda doméstica aquecida, puxada principalmente pelo auxílio emergencial que contribuiu para o aumento do consumo de produtos como o leite UHT. Em relação à safra de grãos 2019/2020, o estado de Goiás confirma sua representatividade e apresenta taxa de crescimento de 10,3% em relação à safra anterior – acima da média nacional -, devendo produzir 27,18 milhões de toneladas de grãos, representando 10,7% da produção do país. Essas informações integram a 12ª edição do boletim Agro em Dados, divulgada pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

A publicação mostra ainda que os bons resultados na produção, a demanda internacional aquecida por grãos e carnes e a valorização do Dólar frente ao Real seguem impactando positivamente no Valor Bruto de Produção (VBP). Quinto entre os estados, Goiás representa 7,96% do VBP da agropecuária nacional, estimado para 2020 em R$ 59,08 bilhões, um acréscimo de 9,51% em relação a 2019.

Puxado pelo câmbio favorável e pela demanda chinesa, o cenário é positivo também para as exportações, destaca o Agro em Dados de setembro. De janeiro a julho de 2020, o país registrou um total de US$ 120,89 bilhões em exportações, em que 50,61% foram de produtos do agro. O peso do agro em Goiás é ainda mais significativo: 81,07% das exportações goianas foram do agro em 2020, contabilizando US$ 3,97 bilhões, 30,35% a mais que no mesmo período de 2019.

Referência em informação
Segundo o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, é motivo de comemoração e orgulho saber que o boletim Agro em Dados, a cada mês, leva informações relevantes e promove conhecimento sobre a agropecuária, com análises de mercado e outros conteúdos que contribuem não só para o trabalho do produtor, mas de todos que integram, direta e indiretamente, as cadeias produtivas rurais.

Ele enfatiza que ao longo de 12 edições do boletim foi possível apresentar a evolução do agro no último ano, com Goiás se tornando o terceiro maior produtor de grãos no Brasil, as exportações no Estado aumentando e conquistando novos mercados, o Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária alcançando números importantes, puxando o PIB positivo de Goiás, e o segmento sendo o único na economia goiana a registrar saldo positivo de emprego em todos os meses de 2020. Foram 7.064 novos empregos formais de janeiro a julho deste ano no estado.

Antônio Carlos reforça ainda que o resultado impressionante do segmento, divulgado nas edições do Agro em Dados, só confirma que a agropecuária vai garantir a retomada econômica no Estado e em todo o Brasil no pós-pandemia. “O governador Ronaldo Caiado, com a visão pioneira, estratégica e focada em garantir segurança à população goiana, criou a Secretaria da Retomada. É o único Estado a contar com uma pasta específica voltada para fortalecer a economia e o social, buscando proporcionar emprego, renda e qualidade de vida às pessoas”, informa.

Entre as primeiras ações para promover a retomada econômica em Goiás, estão iniciativas voltadas ao setor. “O agronegócio tem ratificado cada vez mais sua importância neste cenário de pandemia da Covid-19, seja pela produção e industrialização de alimentos, que tem garantido o abastecimento do mercado doméstico, seja pela comercialização internacional, que tem contribuído para a geração de divisas ao país. É o agro gerando renda e emprego, conduzindo a retomada econômica do país e de nosso estado. Isso tem sido possível devido ao excelente resultado da safra de grãos e também pela valorização das commodities”, acrescenta.

Acesse a versão completa do Agro em Dados: https://www.agricultura.go.gov.br/files/Agro-em-Dados-2020/SETEMBRO_-_AGRO_EM_DADOS.pdf

Tags:
Fonte:
Secretaria Agricultura/GO

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário