Publicidade

Governo do Estado investirá R$ 104,8 milhões no agronegócio catarinense

Publicado em 30/03/2021 08:35 64 exibições

Santa Catarina conta com R$ 104,8 milhões em recursos para apoiar investimentos no meio rural e pesqueiro. Ao longo de 2021, os produtores rurais e pescadores poderão acessar novos programas de crédito, além de apoio para ampliar a produtividade, regularização fundiária e defesa agropecuária. O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, apresentaram os investimentos para lideranças e representantes do setor produtivo nesta segunda-feira, 29, durante reunião virtual.

“Estamos fazendo grandes investimentos em Santa Catarina. No nosso Estado, 70% de tudo o que exportamos tem origem no agronegócio e isso demonstra a importância desse setor que gera trabalho e renda para os catarinenses. Nós sabemos que é um segmento que deve ser olhado com muito respeito, que se reinventa e que é uma das forças do nosso estado”, destaca o governador Carlos Moisés.

A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural investirá R$ 27 milhões em seis novas linhas de crédito e subvenção aos juros para melhoria da competitividade e da renda da agricultura familiar e da pesca.

“Hoje mostramos toda força do nosso agronegócio. Faremos um grande investimento ao longo de 2021 para apoiar os agricultores e pescadores de Santa Catarina. Um setor que movimenta nossa economia, essencial para os catarinenses. Vamos apoiar investimentos porque temos certeza de que esses recursos retornam para o nosso estado em empregos, riquezas e qualidade de vida”, ressalta o secretário da Agricultura, Altair Silva.

Com os novos programas, a Secretaria da Agricultura atuará em cinco frentes: financiamentos sem juros; subvenção de juros de financiamentos contraídos junto aos agentes bancários; políticas públicas para jovens e mulheres; apoio para cuidar do solo e conservar água e apoios emergenciais. Esta é uma evolução das várias linhas disponíveis ao longo dos últimos anos.

União de esforços

O presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Alesc, deputado estadual José Milton Scheffer, ressalta que o Governo do Estado dá um grande passo na criação de instrumentos de apoio à agricultura familiar, gerando um ambiente favorável aos investimentos, à melhoria de renda e qualidade de vida no meio rural.

Os representantes do setor produtivo comemoram o aporte de recursos e reafirmam o papel de Santa Catarina como exemplo de cooperação e de união de esforços para fortalecer a agropecuária. “Os agricultores de Santa Catarina hoje estão agradecidos. O Governo do Estado teve coragem e visão e nós vamos responder a esse valor investido. Esses recursos certamente voltarão para Santa Catarina em forma de resultado para o nosso estado”, afirma o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina(FETAESC), José Walter Dresch.

Novos projetos

O governador Carlos Moisés e o secretário Altair Silva anunciaram também os próximos projetos que devem receber investimentos do Governo do Estado: internet para o campo, incentivo ao cultivo de cereais de inverno e crédito especial para pescadores.

Publicidade

Segundo Altair Silva, a Secretaria da Agricultura irá investir R$ 5 milhões para levar internet para o meio rural. Inicialmente serão 20 municípios beneficiados, que serão exemplo para outras localidades. “A intenção é expandir o projeto para todo o estado com o Programa SC Rural, que já está em negociação com o Banco Mundial. Queremos colher os resultados rapidamente, levando internet de qualidade para os produtores rurais de Santa Catarina”, explica.

Terra Boa

A Secretaria da Agricultura investe ainda R$ 56,5 milhões para apoiar a aquisição de sementes de milho, calcário e kits para melhoria de pastagens e do solo, além do incentivo à apicultura e à meliponicultura.

O Terra Boa irá incentivar a aquisição de 200 mil sacas de milho; 300 mil toneladas de calcário; 3 mil kits forrageira; 500 kits apicultura e mil kits solo saudável. O Programa terá R$ 5 milhões a mais de recursos e o Governo do Estado pretende ampliar o número de beneficiários. No último ano, foram mais de 70 mil famílias rurais atendidas.

Regularização Fundiária

Santa Catarina irá reforçar os investimentos na regularização de imóveis rurais. A Secretaria da Agricultura fará um aporte de R$ 7,4 milhões para a realização de georreferenciamento, documento necessário para a legalização de propriedades. A intenção é atender aproximadamente 22 mil famílias de agricultores familiares.

Fundesa

Referência internacional no cuidado com a saúde animal, Santa Catarina intensifica os esforços para erradicar a brucelose e a tuberculose bovina. Em 2021, o Fundo Estadual de Sanidade Animal (Fundesa) deve investir R$ 14 milhões na indenização de produtores rurais pelo abate sanitário de animais doentes - maior soma desde a sua criação em 2004 -, possibilitando a continuidade da produção de carne e de leite, além de preservar a saúde pública.

Todos os programas e linhas de crédito já estão disponíveis para produtores  e pescadores de Santa Catarina. Os interessados devem procurar a Epagri do seu município.

Fonte:
Sec. de Agricultura de SC

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário