CNA defende a criação de Cadecs para a fumicultura

Publicado em 29/04/2021 12:16

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) defendeu a criação de novas Comissões de Acompanhamento, Desenvolvimento e Conciliação da Integração (Cadecs) para a cadeia produtiva da fumicultura em reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco do Ministério da Agricultura, na quarta (28).

As Cadecs funcionam como o fórum composto por representantes de produtores rurais e indústrias para garantir equidade e autonomia para os produtores que utilizam o modelo de integração, com base na Lei 13.288/2016. Neste modelo, produtores integrados e indústrias integradoras firmam contratos de produção e comercialização de matéria-prima entre eles.

O representante da CNA na Câmara Setorial, Francisco Eraldo Konkol, produtor de tabaco em Irineópolis (SC), explicou que existe apenas uma Cadec nacional para atender os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, maiores produtores de fumo do Brasil.

“Somos favoráveis à ampliação do número de Cadecs levando em consideração as características de produção que são diferentes nos três estados. A criação de novas Cadecs possibilitará que os produtores tenham mais representatividade nas negociações junto à indústria”, defende Konkol, que também é presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Irineópolis. 

Em sua apresentação o consultor jurídico da CNA, Thiago de Carvalho, explicou que, no dia a dia da produção, as Cadecs discutem assuntos, como remuneração, alteração de parâmetro técnico, impacto das mudanças em uma determinada legislação, discussão de custos e padrões de qualidade dos insumos.

ara conhecer mais sobre as Cadecs, acesse: https://www.cnabrasil.org.br/p...

Fonte:
CNA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário