Adapec alerta que o cultivo de sementes de capim sem procedência pode disseminar pragas e causar prejuízos fitossanitário

Publicado em 03/12/2021 13:18 32 exibições
A Agência é o órgão responsável pela defesa fitossanitária do Tocantins

Com o período de chuvas intensificando no Tocantins, os produtores rurais iniciam o plantio de pastagens, porém, é fundamental ficarem atentos na hora de adquirirem sementes de capim. A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) alerta para a importância da aquisição de sementes com procedência legal e que estejam cadastradas no Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem).

O responsável técnico pelo Programa Estadual de Sementes e Mudas da Adapec, Luís Henrique Michelin, esclarece que sementes ilegais podem disseminar pragas nas lavouras, causar prejuízos econômicos e ao patrimônio fitossanitário do Tocantins. “Quando o produtor rural vai adquirir uma determinada espécie de sementes, ele deve observar a origem desse material, exigindo sempre a nota fiscal desse produto e o Termo de Conformidade, onde consta a origem, lote, validade, entre outras informações importantes”, explica Luís Henrique.

A Adapec é o órgão que tem a competência da defesa fitossanitária do Estado, colaborando para que os produtores rurais adquiram sementes e mudas, que possuem qualidade, viabilidade e pureza genética. Para tanto, mantém um programa exclusivo para fiscalizar o trânsito e o comércio destes produtos. 

Em caso de dúvidas sobre como identificar sementes irregulares ou denúncia a respeito do comércio destes produtos sem procedência, a Agência dispõe do Disque Defesa pelo telefone 0800 063 11 22, onde as ligações poderão ser feitas de forma anônima de segunda-feira a sexta-feira no período das 8hs às 14hs.

Tags:
Fonte:
Adapec TO

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário