Rússia diz que tentativas do G7 de isolar país pioram crise alimentar mundial

Publicado em 17/05/2022 08:33

Logotipo Reuters

(Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse, nesta segunda-feira, que as tentativas do Ocidente e do G7 em particular de isolar Moscou têm piorado a escassez global de alimentos.

Os ministros das Relações Exteriores do G7 prometeram no sábado reforçar o isolamento econômico e político da Rússia, continuar fornecendo armas para a Ucrânia e trabalhar para aliviar a escassez de alimentos decorrente da invasão russa ao país vizinho, iniciada em 24 de fevereiro.

"As tentativas de isolar a Rússia econômica, financeira e logisticamente de canais de cooperação internacional de longa data estão apenas exacerbando as crises econômica e alimentar", disse o Ministério das Relações Exteriores em comunicado em seu site.

“Deve-se notar que foram as ações unilaterais dos países ocidentais, principalmente do Grupo dos Sete (G7), que exacerbaram o problema de quebrar as cadeias logísticas e financeiras de abastecimento de alimentos aos mercados mundiais.”

Antes da guerra, a Ucrânia e a Rússia juntas representavam cerca de 29% da produção de trigo para o mercado mundial.

Moscou chama suas ações na Ucrânia de "operação militar especial" para desarmar a Ucrânia e protegê-la dos fascistas. A Ucrânia e o Ocidente dizem que a alegação é infundada e que a guerra é um ato de agressão não provocado.

(Reportagem de Lidia Kelly, em Melbourne)

Tags:
Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário