BASF cultiva legados de produtividade no Desafio de Máxima Produtividade de Soja do CESB

Publicado em 27/06/2022 18:01
BASF cultiva legados de produtividade no Desafio de Máxima Produtividade de Soja do CESB

O Brasil conheceu nesta quinta-feira os sojicultores que deixaram o seu legado na agricultura brasileira. Os resultados positivos alcançados no Desafio de Máxima Produtividade do Comitê Estratégico Soja Brasil reforçam o comprometimento da BASF com os agricultores e a agricultura para uma produção cada vez mais sustentável. O anúncio dos agricultores campeões foi transmitido no Canal Rural, Band TV (Terra Viva e Agro+), redes sociais e YouTube.

“A produtividade e a sustentabilidade estão no DNA da BASF. O agricultor está no centro das nossas decisões. Procuramos estar próximos dele para levarmos soluções que atendam suas necessidades e enderecem os principais desafios no campo. Quando vemos um recorde ser alcançado, olhamos para frente. Desenvolvemos soluções com a mais alta tecnologia para que uma conquista seja um passo em direção à próxima. Vamos continuar oferecendo o nosso melhor para que cada agricultor encontre a sua melhor produtividade”, comenta Vitor Bernardes, gerente Sênior de Marketing Cultivo e Portfólio Soja da Divisão de Soluções para Agricultura da BASF.

Para o manejo eficiente das lavouras, a empresa conta com um portfólio completo desde o tratamento de sementes, herbicidas, inseticidas e fungicidas. Confira o manejo BASF utilizado nas lavouras dos campeões da safra 2021/22.

1. Campeão Nacional e Sudeste -- Matheus Leonel Nunes Alves, de Pilar do Sul (SP), alcançou produtividade de 126,85 sacas por hectare utilizando o fungicida Ativum® e o herbicida Finale®️.

2. Campeão Nacional Irrigado -- Eduardo Burck de Sousa Costa, de Arroio Grande (RS), registrou produtividade de 117,41 sacas por hectare com o uso de Standak® Top para tratamento de sementes, adjuvante Assist® EC, o herbicida Heat®️ eo fungicida Orkestra® SC.

3. Campeão Sul -- Eder Leomar dos Santos, de Camaquã (RS), atingiu produtividade de 114,80 sacas por hectare usando o Standak® Top para tratamento de sementes, o herbicida Heat®️, o adjuvante Assist® EC e ofungicida Orkestra® SC

4. Campeão Norte -- Bertão e Azevedo Produção Agrícola, de Castanheiras (RO), atingiu produtividade de 90,34 sacas por hectare usando o Standak® Top para tratamento de sementes, o inseticida Nomolt® 150 e o fungicida Orkestra® SC.

5. Campeão Nordeste -- João Gorgen - Grupo Gorgen, do município de Formosa do Rio Preto (BA), obteve uma produtividade de 114,32 sacas por hectare com o uso de Standak® Top para tratamento de sementes e o fungicida Orkestra® SC.

“Para nós da BASF, é uma satisfação sermos parceiros dos trabalhadores do campo, que acreditam na importância de um manejo eficiente para o alcance de altas produtividades. O aumento de produtividade e a eficiência do agro andam de mãos dadas e em sinergia com o desenvolvimento sustentável. Esse é o legado que o agricultor tem construído, safra após safra, com tanta dedicação”, comenta Eduardo Novaes, diretor de Marketing da Divisão de Soluções para a Agricultura da BASF no Brasil.

Sinônimo de produtividade

O tratamento de sementes com Standak® Top foi fundamental no manejo feito pelos agricultores campeões, o que comprova a consistência e a importância do uso de soluções eficientes e no momento correto ao longo do ciclo da planta.

A ferramenta é referência entre os agricultores com altos rendimentos na safra. A solução protege o potencial genético das sementes de soja, fazendo com que atinjam altas produtividades. Além de contar com um amplo portfólio de inseticidas, herbicidas e fungicidas para o manejo eficiente de pragas, plantas daninhas e doenças da soja.

Fonte:
BASF

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário