Foi o Plano Safra adequado para o momento atual, avalia Abramilho

Publicado em 01/07/2022 14:50
Entidade cumprimenta o atual ministro da Agricultura, Marcos Montes, sua antecessora Tereza Cristina e a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) pelo incessante trabalho para viabilização do plano junto à equipe econômica do governo

Diante da conjuntura econômica de Selic elevada, e dos desafios orçamentários recorrentes da União, as condições de oferta de recursos e de taxas de juros do Plano Safra 2022/23 foram adequadas, avalia a Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho). “Foi um plano dentro do possível para o atual momento”, diz Cesario Ramalho, presidente institucional da entidade.

Segundo ele, acertadamente, o novo plano prioriza pequenos e médios produtores, já que os grandes têm mais estrutura financeira para busca de recursos em fontes privadas. Em relação ao seguro rural, a Abramilho vê como positiva a sinalização de R$ 2 bilhões para subvenção, com a expectativa de que os recursos sejam obtidos e não contingenciados.

Ademais, a entidade cumprimenta o atual ministro da Agricultura, Marcos Montes, sua antecessora Tereza Cristina e a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) pelo incessante trabalho para viabilização do plano junto à equipe econômica do governo. “Para o produtor, o recado é, acima de tudo, controle de custos e boa gestão para próxima safra”, conclui Ramalho.

Fonte:
Abramilho

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário