Receita da exportação de madeira e derivados cresce em MG

Publicado em 31/05/2010 14:07 747 exibições
Setor é beneficiado por aumento dos preços e diversificação de mercados

A exportação de madeiras e derivados, nos primeiros quatro meses de 2010, gerou receita da ordem de US$ 242,9 milhões para Minas Gerais. O resultado é  87,5% superior ao registrado em igual período de 2009, informa o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior/Secretaria de Comércio Exterior (MDIC/Secex). 


De acordo com a Superintendência de Política e Economia Agrícola (Spea) da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, que analisou os dados, com esta receita de exportação, o setor de madeiras e subprodutos alcançou a segunda posição entre os principais grupos de produtos exportados pelo Estado, com participação de 12,2% nas exportações do agronegócio mineiro.


“Nos primeiros quatro meses de 2009, esta posição era ocupada pelo grupo carnes, que no quadrimestre de 2010 assumiu a terceira posição”, diz Márcia Aparecida de Paiva Silva, assessora técnica da superintendência. Ela acrescenta que o café respondeu por 55,3% das exportações do setor no período e ficou em primeiro lugar entre os principais grupos de produtos exportados. “Já o açúcar, outro produto de destaque das exportações do agronegócio mineiro, ficou em quarto lugar, com participação de 9,8% nas exportações mineiras do agronegócio”, informa a assessora.


Em volume, o crescimento das exportações de madeiras e derivados foi de 7,8%, passando de 380,7 mil toneladas para 410,2 mil toneladas, na comparação entre o primeiro quadrimestre de 2009 e o de 2010. Para Márcia Silva, “o crescimento mais expressivo da receita das exportações em relação ao volume exportado explica um fato evidenciado para as exportações totais do agronegócio mineiro, no primeiro quadrimestre de 2010: sinais de aquecimento da demanda externa”.


Márcia Silva ainda observa que o principal produto exportado do segmento – pasta química de madeira – rendeu ao Estado US$ 239,1 milhões, cifra equivalente a 98,4% das exportações mineiras de madeiras e derivados, nos primeiros quatro meses de 2010. Esse produto foi destinado a 13 países, principalmente China, Holanda e Japão, que captaram juntos cerca de 60,8% das exportações mineiras de pasta química de madeira.


A assessora considera que o aquecimento das exportações do setor pode ser explicado pelo aumento dos preços em dólar, no mercado internacional, aliado à maior diversificação de mercados. No primeiro quadrimestre de 2009, dez países importaram o produto mineiro e os principais países de destino, China, Holanda e Japão, importaram o equivalente a 71,5% das exportações mineiras.

Tags:
Fonte:
Seagri- MG

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário