Censo de armazenagem inicia no Mato Grosso do Sul

Publicado em 10/08/2010 09:07 350 exibições
A Conab realiza, nesta semana, o Censo dos Armazéns 2010, que vai atualizar o Cadastro Nacional de Unidades Armazenadoras de todo o país. O cronograma prevê o início do cadastramento nesta segunda-feira (9), no Mato Grosso do Sul. Esta etapa do trabalho também se estenderá por outros estados e tem como objetivo a atualização dos dados da base do Sistema Nacional de Unidades Armazenadoras (Sicarm).

Técnicos da estatal visitarão unidades das principais regiões produtoras do estado. "A atualização do cadastro poderá impactar em aumento da capacidade estática, importante instrumento de fortalecimento da política de formação de estoques estratégicos de alimentos", ressalta o superintendente regional da Conab no estado, Alfredo Sérgio Rios. Segundo ele, o cadastramento é previsto em lei e obrigatório para todo o setor armazenador do país.

A pesquisa segue até o dia 10 de setembro no Mato Grosso do Sul. Nos demais estados, a previsão é de que seja concluído até o final do ano. Durante o trabalho, os técnicos vão avaliar a localização, características técnico-operacionais, capacidade e importância das unidades para o desenvolvimento da produção agrícola. "O Brasil tem hoje capacidade de estoque para 134,7 milhões de toneladas de produtos, sendo 80,7% a granel e 19,3% convencional. A previsão da companhia é de que o Censo 2010 possa ampliar esse quadro", garante Rios.

Atualmente, a Conab registra 858 unidades armazenadoras no estado, com capacidade estática de 6.933.547 toneladas, representando 5,15% do total no país. Serão cadastradas pessoas físicas ou jurídicas, públicas e privadas, na qualidade de proprietários, locatários, arrendatários ou cessionários e que possuem armazéns em ambiente natural. Após a vistoria, essas unidades serão declaradas aptas ou não para as atividades de armazenagem.

O sistema é disponibilizado no site da Companhia, na parte de "Produtos e Serviços", onde podem ser consultadas informações sobre todos os armazéns do país.

Tags:
Fonte:
Conab

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário