Campanha apreende agrotóxicos ilegais no país

Publicado em 11/08/2010 08:08 345 exibições
No primeiro semestre deste ano, já foram apreendidos quase 14 toneladas de agrotóxicos ilegais. No mesmo período, 76 suspeitos de comércio ilegal foram detidos, 13 pessoas condenadas e 12,3 toneladas desses insumos, incineradas.

A campanha nacional contra agrotóxicos ilegais, teve início no ano de 2001, no acumulado houve cerca de 400 toneladas apreendidas; 656 suspeitos detidos; quase 40 condenados pela Justiça e 375 toneladas incineradas.

Apreensões representativas de produtos falsificados e contrabandeados foram registradas recentemente nas cidades de Ribeirão Preto (SP) e também nas gaúchas Ijuí e Santana do Livramento.

Sete anos atrás, o setor de defensivos calculava perdas da ordem de R$ 70 milhões a R$ 100 milhões com a movimentação de agrotóxicos ilegais. Este indicador, hoje, custa aproximadamente R$ 500 milhões.

Os delitos de produção, transporte, compra, venda e utilização de agrotóxico contrabandeado ou pirateado são enquadrados na Lei dos crimes ambientais.

A campanha nacional contra os agrotóxicos ilegais mantém um serviço Disque-Denúncia (DD), criado para dar suporte à ação das autoridades, o serviço registra mais de 12 mil chamadas.

O número é 0800-940-7030 e a ligação, grátis. As denúncias são repassadas diretamente às autoridades policiais. O DD não utiliza identificadores de chamada ou “binas” e não solicita ao denunciante que se identifique – a denúncia é anônima.

Tags:
Fonte:
Revista Globo Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário