Cooplantio revê importação de 800 tratores, máquinas e implementos agrícolas da China

Publicado em 13/09/2010 09:13
2018 exibições
A Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto (Cooplantio) irá redimensionar o volume de importação de 800 tratores, máquinas e implementos agrícolas da China previsto para 2011. De acordo com o presidente da Cooplantio, Daltro Benvenuti, nos últimos seis meses, a realidade no mercado doméstico se alterou significativamente em função do Mais Alimentos. Além de preços reduzidos e condições especiais, nesta safra, o programa elevou o limite individual e está financiando grupos de agricultores.

No novo cenário, a variação de preço entre os tratores chineses e os fabricados no Brasil diminuiu de 50% para 20%. E, se forem consideradas as taxas de importação, os valores podem até se equiparar. "A diferença entre importar tratores e comprar no mercado nacional caiu drasticamente, e essa mudança, naturalmente, mexe com outros projetos", explica o dirigente.

Mas a fase de negociação de valores com a Jinma começará somente após a conclusão da etapa técnica. Segundo Benvenuti, neste mês, foram concluídos os testes com os tratores importados feitos na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e em propriedade de cultivo de milho e soja em Santa Catarina. Assim que receber os laudos sobre o desempenho dos equipamentos de 65 HP e 75 HP no campo, a Cooplantio fará uma avaliação da necessidade de ajustes para, após, negociar com o fabricante. Como choveu muito na fase de testes, atrasou a projeção de que cem tratores chegassem ao Brasil até novembro. A nova estimativa é que a importação seja encaminhada em janeiro ou fevereiro, chegando ao produtor gaúcho entre março e abril de 2011.
Tags:
Fonte: Correio do Povo

Nenhum comentário