Senado: Ana Amélia e Rigotto são os que mais abiscoitam segundo voto no RS

Publicado em 17/09/2010 05:35
283 exibições


A pesquisa foi feita pelo Instituto Methodus, de Porto Alegre:

- Ana Amélia, 51,8%
- Paulo Paim, 47,7%
- Rigotto, 40,9%
- Abigail (PCdoB, companheira de chapa de Paim) 7,8%

. O leitor deve prestar atenção na questão do primeiro e do segundo voto, porque os eleitores elegerão dois senadores e não apenas um. Como se sabe, Rigotto e Ana Amélia não quiseram companheiros de chapa, apostando em cruzamento de votos. Já o senador do PT, Paulo Paim, está acompanhado de Abigail, do PCdoB, o que o engessa no caso de prender buscar o segundo voto. Veja como fica a eleição, considerando-se apenas o primeiro voto: Ana, 31,4%; Paim, 30,9%; Rigotto, 30,9%. Quando se trata de buscar o segundo voto, saiba quem é mais eficaz na busca do voto em outros Partidos: Ana, 20,4%; Rigotto, 19,8%; Paim, 16,9%.

- 30% do eleitorado ainda não sabe em quem votar. A percentagem de indecisos sobre o segundo voto é enorme: 22,8%.

Queda de Erenice demonstra que governo do PT é tigre de papel

A queda da ministra Erenice Guerra é a constatação escrachada de que o governo do PT não pode tudo quando é confrontado com a verdade.

. O governo Lula é apenas um tigre de papel. 

- A campanha de Dilma Roussef começou a sangrar e por mais que o PT a esconda, a oposição irá desentocá-la para que responda pelas malfeitorias passadas e presentes.

Maia analisa DataFolha e diz que segundo turno pode sair

A análise a seguir é do ex-prefeito César Maia:

- Dilma 51%, Serra 27%, Marina 11%. 51% x 38%, diferença de 13 pontos. Para dar segundo turno seria necessário Dilma trocar 6,5 pontos com Serra e Marina. Um objetivo factível. Os fatos não mudam decisão de voto por impacto, exigem digestão, "jogo de coordenação". Há uma tendência -ainda leve- de Marina receber o voto dos que tinham intenção de votar em Dilma mas estão revendo a decisão. 


Incra pagou 36% a mais por fazenda de amigão de Lula

O Incra está de novo no olho do furacão e pelas mesmas razões: acusações de pagar mais do que deve sobre terras que compra. 

. E sempre favorecendo companheiros do PT.

. Desta vez, o caso é com a Fazenda São Gabriel, Corumbá, MS. O Ministério Público denunciou o Incra por ter pago R$ 20 milhões por terras que só valem R$ 13 milhões e quer de volta os R$ 7 milhões da diferença. A avaliação correta é de lavra da Embrater. 

. O dono das terras é um amigão in pectore de Lula, o pecuarista José Carlos Bumlai. Bumlai quase vibrou ministro da Agricultura de Lula. 

. Sexta-feira a Justiça federal suspendeu o pagamento.

Rolf Hackbart mandou pagar amigão de Lula

Quem mandou pagar a dinheirama para o amigão de Lula foi o gaúcho Rolf Hackbart, presidente do Incra. 

. O MPF poderá processar Hackbart por improbidade



Tags:
Fonte: Blog Polibio Braga (RS)

Nenhum comentário