Comissão de Agricultura aprova recursos não previstos no Orçamento de 2011

Publicado em 24/11/2010 07:16 322 exibições
Prêmio do Seguro Rural terá R$ 460 milhões para subvenção
A Comissão de Agricultura do Senado aprovou nesta terça, dia 23, a liberação de recursos que não estão previstos no Orçamento do ano que vem. As sugestões, chamadas de emendas, ainda precisam ser analisadas pela Comissão Mista do Orçamento.

Das 64 emendas apresentadas, apenas quatro foram aprovadas pelos senadores. Elas prevêem:

- R$130 milhões para a Embrapa investir em pesquisa e Desenvolvimento da Agroenergia;

- R$ 100 milhões para as ações de sanidade animal do Ministério da Agricultura;

- R$ 120 milhões para projetos do Ministério do Desenvolvimento Agrário voltados para Infra-estrutura e Serviços em Territórios Rurais;

- e mais R$ 460 milhões para a subvenção econômica ao Prêmio do Seguro Rural do Ministério da Agricultura.

– Na realidade foram contempladas em torno de 12 emendas, foram juntadas. São vários senadores que propuseram até o mesmo valor. O que fizemos aqui na comissão de Agricultura foi avaliar o que o governo propôs para aqueles ministérios e o que os ministérios nos solicitaram – disse o relator da comissão, senador Gilberto Goellner (DEM-MT).

O texto será encaminhado para a Comissão Mista do Orçamento. E deve ser incluído no relatório final, previsto para ser votado ainda este ano.

– Historicamente, a Comissão do Orçamento tende a respeitar aquilo que foi aprovado nas comissões até porque cada um desses órgãos discute durante o ano todinho os problemas, as postulações do setor que está representado na comissão – afirmou o presidente da comissão, senador Valter Pereira (PMDB-MS).

Nesta quarta, dia 24, vence o prazo para os senadores apresentarem as propostas ao orçamento do ano que vem. A Bancada Ruralista na Câmara marcou uma reunião pela manhã para definir as quatro emendas prioritárias. Ao que tudo indica, além da Agricultura e Desenvolvimento Agrário, o ministério da Pesca será contemplado com recursos.

Tags:
Fonte:
Canal Rural

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário