Faeal, Banco do Brasil e governo se reúnem nesta terça-feira para discutir restrições ao crédito

Publicado em 11/01/2011 14:22 363 exibições

Para resolver um impasse entre governo do Estado e produtores rurais, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas (Faeal) promove reunião nesta terça-feira (11), com representantes do Banco do Brasil, Instituto do meio Ambiente (IMA) e a Secretaria de Agricultura de Alagoas, às 11 horas, na sede do IMA.

A origem do desentendimento é a legislação ambiental de Alagoas e de uma norma do BB, que a partir deste ano só libera crédito para produtores rural que tiverem licença ambiental. Apesar de legal, a medida inviabiliza, na prática o acesso ao crédito, pelas dificuldades que os produtores tem de conseguir a licença. O IMA também reconhece que tem dificuldades para emitir os documentos, no tempo necessário.

Outra queixa dos produtores é que uma lei publicada no em dezembro de 2010, liberou da licença ambiental apenas os agricultores familiares. Os demais produtores consideram que o correto seria liberar da exigência todos os produtores e não apenas um segmento do meio rural.

No mesmo dia, às 10 horas, acontecerá outra reunião, dessa vez com a Faeal e o Banco do Brasil. Segundo o presidente da Faeal, Álvaro Almeida, a busca pelo consenso é fundamental. “Queremos uma solução que agrade aos produtores, ao banco e ao meio ambiente. Os produtores não podem ficar sem financiamento”, diz Álvaro.

O presidente da Federação avisa que se os envolvidos não chegarem a um meio termo, os produtores irão apelar para esferas superiores. “Esperamos que o bom senso vença e que tudo se resolva na base do diálogo, mas se nada for resolvido teremos de apelas para outras instâncias”, afirma.

Tags:
Fonte:
BCCOM

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário