BetoAgro promove 1º Fórum de Agronegócios do Centro-Sul do PR

Publicado em 08/02/2011 13:43 e atualizado em 08/02/2011 14:23 802 exibições
A BetoAgro Agronegócios, com o apoio da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) e do Sindicato Rural de Guarapuava, promove no dia 17 de fevereiro o 1º Fórum de Agronegócios do Centro-Sul do Paraná, no Guarapuava Esporte Clube, a partir das 18h30.

O organizador do evento, Adalberto Xavier, espera reunir mais de 500 pessoas, entre produtores, técnicos, pesquisadores e investidores, para um debate sobre o agronegócio. “Há mais de um ano, venho trabalhando com o projeto de fazer um evento grandioso em Guarapuava, voltado aos produtores rurais. Essa é uma forma de agradecer a parceria entre a BetoAgro e a classe produtora rural. O evento será totalmente gratuito, custeado pela empresa promotora e diversas empresas do agronegócio paranaense e vai contribuir para movimentar a cidade, principalmente o setor de turismo, hotelaria e alimentação”, destaca.

Na programação, grandes nomes do setor agropecuário brasileiro estão confirmados. O apresentador do Programa Mercado & Cia, do Canal Rural, João Batista Olivi, será o mediador do evento.

João Pedro Cuthis, consultor da BM&F Bovespa/Terra Futuros, vai falar sobre formas de gerenciamentos de riscos, a fim de minimizar os efeitos da alta volatilidade do mercado. “Vou apresentar ferramentas que podem ser utilizadas a favor do produtor rural”, completou Cuthis.

Dando sequência às palestras, o deputado federal e ex-ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes vai falar sobre o aumento da produtividade da agricultura brasileira, a subida dos preços dos alimentos no mercado interno, o Código Florestal e a crescente demanda por produtos agropecuários nos países em desenvolvimento. Para Stephanes, que ocupou o Ministério da Agricultura no segundo governo do presidente Lula, a agricultura brasileira vive um momento de expansão, maior até do que a própria economia do País. “A média de crescimento tem sido 4,5%, ao ano, sendo que 75% se dão por aumento de produtividade, na qual a tecnologia se destaca”, enfatizou. Apesar disso, segundo ele, o setor não tem obtido visibilidade e participação no processo decisório, no qual predomina o aspecto urbano na política econômica. O ex-ministro citou, como exemplo, que, no debate sobre os produtos agrícolas, é comum prevalecer a questão dos preços para o consumidor e submergir a questão de renda do produtor. “A preocupação maior sempre está na cidade, na mesa do consumidor, ou melhor, em seu bolso”, destacou o ex-ministro. Outro tema que também é bastante influenciado pela opinião pública urbana, de acordo com Stephanes, é a alteração do Código Florestal. Segundo ele, para o País avançar nesse tema é fundamental abandonar a discussão do ambientalismo doutrinário, do político ideológico que tem predominado nos debates. O relatório do Código já foi aprovado por uma comissão especial da Câmara dos Deputados e deve ser apreciado pelo plenário em março.

Finalizando o ciclo de debates, o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, abordará as tendências do agronegócio e o consumo de alimentos no Brasil e no mundo.

O evento terá entrada gratuita e será transmitido, ao vivo, pelo site Notícias Agrícolas através da página www.noticiasagricolas.com.br. Após as palestras, haverá uma atração surpresa. A Emater, as Rádios Cultura AM e FM, o Grupo Agrass e o Grupo Diário também apoiam este evento.

Tags:
Fonte:
Sindicato Rural de Guarapuava

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário