Arrozeiros de Dom Pedrito iniciam protesto por um preço justo

Publicado em 16/05/2011 09:21 314 exibições
Arrozeiros  do município estão acampados desde quarta-feira as margens da BR 293, próximo ao  posto da Policia Rodoviária Federal, dando inicio ao “Movimento Independente de  Arrozeiros por um Preço Justo”.

Conforme  o produtor Élvio Marchezan, presidente da Associação dos Agricultores de Dom  Pedrito, o movimento é ordeiro e pacífico e visa despertar a atenção da  comunidade local aos problemas que os produtores de arroz estão enfrentando com  o baixo preço do produto
no mercado. Na sexta feira, os produtores realizaram um “tratoraço”, onde mais cem tratores e caminhões se deslocaram pelas principais  ruas da cidade até a frente do Banco do Brasil,
onde foi entregue ao gerente  local uma carta solicitando o adiamento dos financiamentos agrícolas com  vencimento em 2011.

-  “O primeiro impacto da queda de preços do arroz é no produtor, mas na seqüência  atinge todo o agronegócio, o comércio, a indústria, os prestadores e também a  queda da arrecadação do
município, enfim toda população também irá sentir”,  disse Élvio.

De  acordo com a liderança, os produtores deverão permanecer em vigília na rodovia,  pelo menos até a próxima segunda-feira, devendo participar na terça-feira, 17 de  maio, no município de
Uruguaiana de uma audiência pública proposta pela Comissão  da Agricultura da Assembléia Legislativa do RS juntamente com a Câmara de  Vereadores daquele município para discutir a crise de comercialização do arroz  da safra 2010/2001 e o MERCOSUL.

-  O evento está confirmado para iniciar as 10 horas de terça-feira, 17 de maio, em  frente a Câmara de Vereadores do município de Uruguaiana,  onde produtores, forças vivas e
lideranças políticas dos municípios arrozeiros do RS estarão participando,  finalizou Marchezan.

Tags:
Fonte:
AADP

0 comentário