Missão brasileira busca reverter barreiras comerciais

Publicado em 21/06/2011 09:14 311 exibições
Ampliar o comércio agrícola entre Brasil e União Europeia e reabrir o mercado de carne suína na África do Sul serão as principais metas da viagem.
O diretor de negociações Sanitárias e Fitossanitárias do Ministério da Agricultura, Otávio Hermont Cançado, participará de reuniões e eventos ao longo desta semana, na Bélgica e na África do Sul, com o objetivo de reverter barreiras que impedem a venda de produtos agrícolas brasileiros para os consumidores europeus e africanos.

Ontem (20/6), em Bruxelas, Cançado se reúne com representantes da Comissão Europeia de Saúde e Proteção dos Consumidores (DG-SANCO, sigla em inglês) para tratar das exportações de itens de origem animal do Brasil para a União Europeia (UE).

Também está programado um encontro do diretor do ministério da Agricultura com autoridades da Comissão Europeia de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DG-AGRI, sigla em inglês). Na reunião, será negociada a alteração dos requisitos da UE para a exportação de carne no contingente da cota Hilton, que determina quantidades específicas para receberem tarifa reduzida de imposto para importação, destinadas aos cortes nobres de carnes. Outro assunto da reunião é a possibilidade de revogação da decisão 61/2008 do Parlamento Europeu. A resolução afeta a capacidade de exportação tanto na quantidade (determinada também pela cota Hilton), como nas vendas regulares para o bloco.

A agenda inclui, ainda, uma audiência na Comissão Europeia de Comércio (DR-TRADE, sigla em inglês) para discutir assuntos diversos relacionados ao agronegócio bilateral.

Acordo União Europeia-Mercosul

A programação segue amanhã, 21 de junho, quando o diretor do Ministério da Agricultura ministrará palestra no evento “Perspectivas de comércio entre o Brasil e a União Europeia no setor agrícola no contexto de um acordo de associação entre o Mercosul e a União Europeia”. Otávio Cançado pretende esclarecer as notícias distorcidas que vêm sendo divulgadas na Europa sobre o Brasil e reivindicar o fim do protecionismo europeu perante os produtos da América do Sul.

O evento, promovido pelo escritório da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) em Bruxelas, será realizado no Parlamento Europeu e vai analisar as perspectivas do comércio agrícola entre o Brasil e a União Europeia. “Vamos levar informações verdadeiras sobre os produtos brasileiros e mostrar que estamos de portas abertas para eles a qualquer momento”, afirma.

África do Sul

No dia 24, o diretor do Ministério da Agricultura estará na África do Sul, onde se reunirá com diretores do Departamento de Agricultura e Pesca. O objetivo do encontro é discutir a reabertura do mercado sul-africano para as exportações de carne suína do Brasil, embargadas desde outubro de 2005. “A África do Sul é o único país que ainda não reabriu o mercado para a carne suína brasileira. Todas as medidas sanitárias solicitadas pelos africanos foram atendidas”, explica.

Tags:
Fonte:
Mapa

0 comentário