EUA: preço do milho decreta o fim de empresa avícola quase centenária

Publicado em 22/06/2011 08:40 e atualizado em 22/06/2011 14:37 1209 exibições
Nascida de uma pequena incubadora artesanal, em 2019 a Allen’s Family Foods completaria um século de existência. Completaria, porque a empresa entrou com pedido de falência e está encerrando suas atividades. Pois – justifica seu CEO atual, Allen III – a integração não consegue fazer frente aos preços do milho que, por conta da demanda para a produção do etanol, subiu de US$3,50/bushell para US$8,50/bushel.

Nesses mais de 90 anos de existência, a Allen’s Family Foods não teve uma expansão que a colocasse entre as grandes do setor. Mas mesmo apresentando produção considerada modesta – cerca de 4 mil toneladas semanais de carne de frango – se insere entre as exportadoras de carne de frango do país.

Mas o que mais se lamenta com o possível desaparecimento da quase centenária empresa são os reflexos de ordem social que deve deixar. Seu fechamento vai representar, por exemplo, a extinção de 2.273 postos de trabalho - o que parece pouco mas pode causar o caos para a cidade onde a empresa tem sua sede, Seaford (Delaware), com pouco mais de sete mil habitantes. Isso, sem contar os cerca de 300 integrados que ficarão ao Deus dará.

Não é por menos que grande parte dos EUA torce pelo fim efetivo dos subsídios ao etanol produzido a partir do milho.

Tags:
Fonte:
AviSite

2 comentários

  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    Economia do País é das mais protecionistas do mundo, diz Bird

    Brasil ocupa 92º lugar em ranking elaborado pelo Banco Mundial sobre o perfil comercial dos países

    Jamil Chade, de O Estado de S. Paulo

    http://www.estadao.com.br/economia/not_eco191086,0.htm

    0
  • Guilherme Frederico Lamb Assis - SP

    FALÁCIA E MAIS FALÁCIA!

    AGORA A INDÚSTRIA TENTA SENSIBILIZAR OS IDIOTAS USANDO COMO EXEMPLO UMA EMPRESA DOS EUA, MESMO PAIS QUE É ALVO DO CLICHÊ COMUNISTA (O ANTI AMERICANISMO)...

    NADA MAIS VIL E TACANHA DO QUE ESSE TIPO DE MENTIRA, ATRIBUIR AO MILHO A CULPA PELA FALÊNCIA DA EMPRESA.

    QUANTO TEMPO O PRODUTOR PASSOU A MÍNGUA COM MILHO A 3 REAIS, 5 REAIS, COM CUSTO DE PRODUÇÃO DE 15 OU 20 REAIS POR SACA!

    NESSES TEMPOS NINGUÉM VEIO A PUBLICO OU FAZER LOBBY EM PRO DOS PRODUTORES DE MILHO. NESSE TEMPO ESSAS INDÚSTRIA TINHAM FORNECIMENTO DE RAÇÃO PRATICAMENTE GRATUITO.

    ALEGAR A FALÊNCIA AO PREÇO DO MILHO DE HOJE É DETURPAR AS LEIS DE MERCADO E LIVRE CONCORRÊNCIA!

    É ATACAR O ESTADO DE DIREITO, POIS QUEM ACAMPOU ESSA BANDEIRA SÃO OS EMPRESÁRIOS BRASILEIROS NEO COMUNISTAS, QUE DESCOBRIRAM AS "BENECES" DO GOVERNO ATUANDO PARA ACABAR COM A CONCORRÊNCIA E PEGANDO DINHEIRO FÁCIL NO BNDES, AS CUSTAS DOS ALTOS IMPOSTOS PAGOS POR QUEM NÃO TEM NEM BOLSA FAMILIA NEM BOLSA BNDES.

    QUEREM FALAR DE CORTES DE SUBSÍDIOS DE OUTROS PAÍSES, PRIMEIRO ENTÃO VAMOS ACABAR COM OS DAQUI:

    - TIRAR OS 25% DO ÁLCOOL NA GASOLINA.

    - CORTAR OS ALTOS IMPOSTOS DE IMPORTAÇÃO 60 A 80% FORA AS TARIFAS.

    - ACABAR COM O BNDES QUE SÓ SERVE PARA FOMENTAR CORRUPÇÃO E ESTATISMO.

    VAMOS VER COMO FICA A SITUAÇÃO SEM DISTORÇÃO E FAVORECIMENTOS ESCUSOS!

    ESSA TARIFA DE IMPORTAÇÃO SOBRE ETANOL BRASILEIRO É BENÉFICA PARA TODOS PRODUTORES DE GRÃOS NO MUNDO!

    SE TIRAM ELA VAI SOBRAR 140 MILHÕES DE TONELADAS DE MILHO NO MERCADO SEM CONDIÇÃO DE ABSORÇÃO IMEDIATA PELA DEMANDA. COM ISSO O PREÇO DO MILHO DESABA AFASTANDO OS PRODUTORES DA CULTURA E FAZENDO COM QUE A MAIORIA MIGRE PARA SOJA, DESEQUILIBRANDO AS LEIS MERCADOLÓGICAS DA MESMA... E ASSIM VAI SE INSTALAR O CAOS NO SETOR DE GRÃOS, POR MUITOS ANOS, AI SIM VÃO O QUE É TER FOME NO MUNDO, OU SERA QUE VÃO VIVER DE RAPADURA E PINGA DE CANA DE AÇÚCAR???

    0