Cooperativas rurais reclamam de corte de recursos do Plano Safra direcionados ao setor

Publicado em 22/06/2011 12:17 372 exibições
Presidente da OCB afirma que pacote também tem poucas estratégias de preservação ambiental.
O presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Freitas, declarou nessa terça, dia 21, que o Plano Safra Agrícola e Pecuário 2011/2012, lançado pelo governo no último dia 17, cortou recursos para os programas ligados especificamente às cooperativas. Os cortes, segundo ele, referem-se a recursos destinados a capital de giro.

– Houve um pequeno arrocho e isso vai fazer falta porque no ano passado utilizamos todos os recursos e pedimos até suplementares – disse Freitas.
   
O presidente da OCB também afirmou que o plano previu poucas estratégias de preservação ambiental.

– Salvo alguns programas específicos, pouco esforço há para poder premiar os agricultores que fazem uma boa preservação do meio ambiente. É preciso premiar, porque já há muitas punições.

Apesar das críticas, Márcio Freitas elogiou a redução das taxas de juros das linhas de crédito oferecidas aos produtores rurais e a ampliação dos recursos oferecidos ao setor. O Plano Safra 2011/12 vai oferecer R$ 107,2 bilhões em créditos rurais para a agricultura comercial.O pacote é o maior da história do país.

– Temos de reconhecer que tem havido um crescimento real  das linhas de investimento aos produtores rurais nos últimos anos – declarou Freitas.

Tags:
Fonte:
Agência Safras

0 comentário