Leilões da Conab comercializam café, arroz e trigo nesta semana

Publicado em 05/07/2011 17:42 298 exibições
Operações da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) negociam quase 200 mil t dos produtos esta semana.
Nestas quarta e quinta-feiras, 6 e 7 de julho, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realiza leilões para a comercialização de quase 200 mil t de trigo, arroz e café. Somente de arroz, serão negociadas 184.049 t do grão produzido no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Paraná.

A partir das 9h de amanhã, está programada uma operação de venda de 2.164 t de trigo em grão dos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio Grande do Sul. Em seguida, serão leiloadas 319 toneladas de feijão em cores e 465 t de feijão preto, produzidos no Paraná.

Já na quinta-feira, 7 de julho, serão colocadas à venda 1.267 t de café em grãos de Minas Gerais
e 2.379 t do produto ensacado, dos estoques do governo, provenientes dos estados de São Paulo e Espírito Santo. Está prevista também a venda de 2.940 unidades de sacaria de juta e
8.617 unidades da embalagem em polipropileno.

No mesmo dia, ocorre a venda de 19.049 t de arroz em casca do Rio Grande do Sul e a compra do produto beneficiado pelo sistema de troca simultânea. Será promovido ainda um leilão de
Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) para escoamento de 25 mil t do grão em casca oriundo de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Outras 140 mil t do produto em casca,
produzido nos três estados da região Sul e em Mato Grosso do Sul, serão negociadas em uma operação de Prêmio para Escoamento de Produto (PEP).

Saiba mais
Prêmio para Escoamento de Produto (PEP) - O governo concede um valor à agroindústria ou cooperativa que adquire o produto pelo preço mínimo diretamente do produtor rural e o transporta para região com necessidade de abastecimento.

Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) - O governo concede uma subvenção econômica (prêmio) ao produtor e/ou sua cooperativa que se disponha a vender seu produto pela
diferença entre o valor de referência estipulado pelo governo federal e o valor do prêmio arrematado em leilão.

Tags:
Fonte:
Conab

0 comentário