Estudo orienta plantio de sorgo, mamão e cacau

Publicado em 21/07/2011 09:21 287 exibições
Lista completa dos municípios aptos para o cultivo foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 20 de julho.
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou os estudos de zoneamento agrícola de risco climático para o sorgo safra 2011/2012 nos estados do Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí, Bahia e Minas Gerais. A lista dos municípios contemplados pelo estudo e os períodos mais adequados para o plantio foram publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 20 de julho, e estão detalhados nas portarias de 238 a 255.

O zoneamento agrícola indica o melhor período para se plantar em cada município do país, de acordo com a análise histórica do comportamento do clima. O objetivo é orientar os agricultores sobre os riscos de adversidades climáticas coincidentes com as fases mais sensíveis das culturas. O mamão pode ser cultivado nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Acre, Pará, Paraná, Tocantins, Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro e o cacau na Bahia e em Rondônia.

O sorgo exige clima quente para aproveitar seu potencial produtivo. Temperaturas entre 21ºC e 38ºC garantem bom desenvolvimento. Apesar da resistência à seca, a falta de chuvas, principalmente na fase de florescimento e enchimento dos grãos, pode provocar redução na produção.

Os principais produtores de mamão são os estados da Bahia e o Espírito Santo. A temperatura média para o desenvolvimento satisfatório da cultura é de 25ºC, com limites entre 21ºC e 33ºC. A fruta é sensível a geadas, e as baixas temperaturas afetam o volume e a quantidade da produção.

Já o cacaueiro exige calor e umidade, adaptando-se bem a regiões com temperatura média anual em torno de 23ºC a 25ºC. Chuvas bem distribuídas ao longo do ano, com um período de estiagem não superior a 2 meses, são ideais para o bom desenvolvimento da cultura. A média anual da umidade relativa do ar deve ser em torno de 80%.

Tags:
Fonte:
Mapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário