Objeção ao subsídio do etanol cresce nos EUA

Publicado em 25/07/2011 09:13 296 exibições
Embora a perspectiva de sensível redução dos subsídios destinados ao etanol produzido a partir do milho seja algo muito próximo, a indústria norte-americana não dá trégua à sua batalha pelo fim desses subsídios e se utiliza das mais diferentes ferramentas para demonstrar o real efeito dessa política no bolso do consumidor - em especial no preço das carnes, que têm subido continuamente desde 2010.

Dentro desse objetivo, o setor acaba de lançar um novo site com o slogan "Milho para alimento, não para combustível", através do qual desenvolve campanha que visa a atrair consumidores pró-movimento contra o etanol de milho. Paralelamente, o site mostra os desdobramentos enfrentados pelos produtores de carnes, ovos e leite com a concessão de pesados subsídios à indústria do etanol.

Mas como a política dos EUA para o etanol de milho afeta, por extensão, o abastecimento do mercado mundial, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) também fez seu próprio estudo a respeito.

Tags:
Fonte:
DCI

0 comentário