Fim de semana será quente na região central do Brasil

Publicado em 29/07/2011 18:58 314 exibições
A temperatura máxima no Centro-Oeste pode chegar a 36°C no domingo. Na segunda, o Sul enfrentará declínio na temperatura e os termômetros podem marcar mínimas de 3°C
Uma massa de ar seco mantém os índices de umidade relativa do ar abaixo de 30% na maior parte do país neste fim de semana. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê tempo seco com baixos índices de umidade relativa do ar em Rondônia, sul do Pará, Tocantins; sul do Maranhão, sul do Piauí, centro e oeste da Bahia; extremo norte do Mato Grosso do Sul, Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal; oeste, noroeste, norte, centro e triângulo de Minas Gerais, noroeste de São Paulo.

O aviso meteorológico especial n° 268 alerta que no sábado (30) e no domingo (31) a atuação de uma massa de ar frio provocará o declínio das temperaturas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. No sábado, a previsão é de ocorrência de chuva moderada a forte, com altos volumes acumulados no litoral e vale do Itajaí em Santa Catarina e na região central, sul e leste do Paraná.

No domingo, nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, uma massa de ar seco manterá o tempo aberto. Na região Norte, previsão de chuvas no norte do Amazonas, em Roraima, norte e nordeste do Pará e no Amapá. Na região Nordeste, chuva no litoral norte, entre o Maranhão e o Ceará, e no litoral leste, entre o Rio Grande do Norte e a Bahia.

Na segunda (01/08), o deslocamento de uma área de baixa pressão provocará chuvas intensas, associadas a fortes rajadas de vento e descargas elétricas em áreas isoladas do centro, norte e leste do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná. Previsão de seca para as regiões Centro-Oeste e Sudeste, com possibilidade de chuva no extremo sul do Mato Grosso do Sul. Chuvas no centro, oeste e norte do Amazonas, em Roraima, Amapá e norte e nordeste do Pará. No Nordeste, o tempo seco deverá continuar no interior da região. Previsão de chuva apenas no litoral do Maranhão até o litoral da Bahia.
Tags:
Fonte:
Inmet

0 comentário