Incerteza e insegurança acabam de produzir a maior valorização do ouro em toda a história

Publicado em 02/08/2011 19:02 293 exibições

As 15h11m desta terça-feira, a cotação do ouro alcançou o maior nível da história na NY Mercantil Exchange, chegando a cravados US$ 1.641,17 a onça troy  (31,103478 gramas).

. O viés era de alto.

. "O que há", perguntou o editor ao diretor da Brasoja, Antonio Sartori, desde cedo de olho grudado nos gráficos disponíveis nas telas dos seus computadores, acompanhando altas também rombudas das cotações das commodities agrícolas. 

- Insegurança e incerteza.

. Os fundamentos que fazem subir o ouro e empurram as cotações das commodities agrícolas para cima não são os mesmos (os cereais sobem mais em função da incerteza do clima no hemisfério norte, onde concentra-se 90% da produção mundial de grãos), mas a insegurança e a incerteza políticas ajudam ambos a encarar tudo com desconfiança e buscar proteção, o que empurra as cotações para cima. 

- Há quem aposte em cotação de US$ 2 mil para a onça troy do ouro até o final de dezembro.


PMDB chama seminário para combater veto de Lula à Emenda Ibsen sobre o  Pré-Sal

A bancada do PMDB na Assembléia do RS resolveu chamar um Seminário sobre o Pré-Sal para setembro, em Porto Alegre.

. O PMDB é o pai da Emenda Ibsen, aprovada pela Câmara e pelo Senado, vetada por Lula, mas ainda dependendo de voto no Congresso. 

- José Sarney, presidente do Congresso, prometeu votar o veto até o dia 15 de setembro, mesmo que governo e oposição não cheguem a acordo. Em caso de aprovação, o RS deixará de receber R$ 93 milhões por ano, passando a acumular até R$ 1,5 bilhão. Isto ocorrerá em todos os Estados e municípios, exceção do Rio e Espírito Santo.


PCdoB e Manuela calam diante de denúncias de corrupão na "Agência Nacional da Propina"

É de desconforto a posição do PCdoB do RS, que não move um só músculo para defender seu ex-presidente e líder máximo estadual, o ex-deputado Edson Silva, que foi o último secretário da Smic da dinastia vermelha de 16 anos na prefeitura de Porto Alegre.

. A revista Época produziu devastadora denúncia contra a Agência Nacional do Petróleo, tratada pela publicação como Agência Nacional da Propina. 

. Os jornais gaúchos ignoraram as denúncias, o que também fez o PCdoB e seus aliados da base aliada do governo Tarso Genro, do PT. 

- Diálogos filmados e gravados e que estão em poder do MPF e da Polícia Federal, apanharam agentes da ANP achacando empresas que dependem da agência para funcionar. Num dos mais corrosivos diálogos reproduzidos, um dos agentes narra assim um dos encontros que teve com Edson Silva:

- R$ 40 mil está de bom tamanho (a extorsão).

- Creio que sim.

- Eu fico com R$ 25 mil e R$ 15 mil ficam para vocês.

. A reportagem também denuncia o presidente da ANP, o ex-deputado Haroldo Lima, e volta a produzir suspeitas fundadas contra o irmão do ex-secretário de Comunicação de Lula, Franklin Martins, no caso Victor Martins.

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa, inclusive áudios.


Escândalo na ANP poderá prejudicar Manuela 'Ávila

As revelações sobre o feudo comunista instalado na ANP pelo PCdoB e a organização criminosa formada ali para extorquir empresários, poderão prejudicar a candidatura da deputada Manuela D'Ávila em Porto Alegre.


Escândalos podem desembocar numa cleptocracia petista

Não é verdade que os escândalos federais mais recentes - ANP, Dnit e Conab - acabaram por transformar o governo numa cleptocracia petista.

. Ainda.

- Lula, depois do Mensalão, que tentou concentrar toda a roubalheira num só local, a Casa Civil, deixou os Partidos instalarem feudos em seus próprios ministérios. É o que explica a sucessão de escândalos diários que afrontam a Nação. Ao aparentemente atacar o mal, Dilma Roussef parece agir, mas apenas reage.

CLIQUE AQUI para entender melhor o tipo de coalizão montada por Lula.A Análise é do jornal Valor deste sábado.

Tags:
Fonte:
Blog Polibio Braga

0 comentário