É preciso garantir renda ao produtor, diz ministro

Publicado em 23/08/2011 15:15 244 exibições
No discurso de posse, Mendes Ribeiro Filho destacou a importância do diálogo para tomar decisões e continuar incentivando o produtor. Ele defendeu mais recursos para o seguro agrícola, garantia do preço mínimo e defesa sanitária
O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, defendeu, nesta terça-feira, 23 de agosto, a união entre política e gestão durante seu trabalho à frente da pasta. “As modernas e bem sucedidas práticas de gestão no mundo já descobriram a necessária coligação entre a gestão e a política. No setor público, elas precisam andar juntas”, afirmou. Mendes Ribeiro Filho tomou posse nesta terça-feira (23) em cerimônia no Palácio do Planalto com a presença da presidenta Dilma Rousseff, de ministros, parlamentares e representantes de entidades representantes do agronegócio.

Em seu discurso, Mendes Ribeiro Filho enfatizou que o diálogo estará sempre presente em sua tomada de decisões. “Para encontrar os caminhos, é preciso ouvir e dialogar para a construção das decisões corretas. Essa é a tarefa por excelência do político”, disse. O ministro elencou como seus maiores desafios garantir a renda do produtor e buscar mais recursos para o seguro rural e a defesa sanitária, além de garantir o preço mínimo. Também mencionou como prioridade a produção de genéricos (medicamentos, agrotóxicos etc.) com preços competitivos e qualidade.

O ministro da Agricultura ressaltou ainda o volume de recursos destinados ao financiamento da safra 2011/2012 como uma demonstração do governo federal de que a agropecuária é prioritária e estratégica para o país. Mendes Ribeiro Filho lembrou que, no ciclo agrícola atual, estão à disposição R$ 107,5 bilhões, valor recorde. Outra questão levantada pelo ministro foi a urgência de compatibilizar as necessidades do setor agropecuário com o tempo de ação do governo. “A política me ensinou que nem sempre o tempo da sociedade é o mesmo do governo. Isso precisa ser ajustado e esta será a minha grande missão no ministério: ajustar o compasso entre as necessidades do setor e a ação governamental”.

Políticas

O ministro também assumiu o compromisso de dar continuidade às políticas bem sucedidas do Ministério da Agricultura. “Meu compromisso é compreender que o sucesso extraordinário da agricultura brasileira vem de longe e de muitos. Sendo assim, assumo com humildade a continuidade de políticas que ao longo dos últimos anos vêm construindo um caso de sucesso”. E completou afirmando que a história da agricultura no Brasil foi construída por “milhões de brasileiros nos últimos anos”.

Em sua primeira entrevista após posse, o ministro defendeu mais investimentos para a pesquisa agrícola. Ele disse que recebeu da presidente Dilma Rousseff a orientação para que a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) seja uma das prioridades de sua gestão.

Para conduzir a pasta, Mendes Ribeiro Filho aposta também na valorização do servidor e no conhecimento técnico. “É preciso caminhar junto com os que sabem fazer. Acredito na gestão pública com qualidade e eficiência”, afirmou.

Mendes Ribeiro Filho foi nomeado na sexta-feira, 19 de agosto, pela presidente Dilma Rousseff, em edição extraordinária do Diário Oficial da União. O advogado gaúcho, em seu quinto mandado como deputado federal pelo Rio Grande do Sul, exercia, desde julho, a função de líder do governo no Congresso Nacional

Tags:
Fonte:
MAPA

0 comentário