Classe média rural terá estímulos para integrar novo cadastro nacional

Publicado em 24/11/2011 06:50 198 exibições
O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, José Carlos Vaz, disse nesta quarta-feira (23) que o Plano Safra 2012/2013, a ser lançado no final do primeiro semestre do próximo ano, trará um programa piloto de benefícios especiais para agropecuaristas da classe média rural que aderirem voluntariamente ao cadastro de produtores que o governo criará nos próximos meses.

No seminário que comemora o aniversário de 60 anos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), tanto Vaz quanto o secretário adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt, ressaltaram que, para ter uma política agrícola eficaz, que atenda a quem realmente precisa, é fundamental criar um banco de dados com informações sobre as propriedades e a produção. Segundo Vaz, a importância da criação do cadastro de produtores já foi discutida e acordada entre os ministérios da Agricultura e da Fazenda e a CNA.

A ideia principal é que esse mecanismo dê transparência aos dados sobre renda no campo e ajudem a elaborar políticas agrícolas. “Para qualquer mecanismo de garantia de renda, estamos colocando o cadastro como um ponto importante”, disse Bittencourt.

De acordo com Vaz, a estruturação do cadastro deve ser concluída nos próximos quatro meses. Ainda serão definidas as regiões, as cadeias produtivas e os segmentos de renda que participarão do programa piloto com os dados fornecidos.

A classe média rural será a primeira a ser atendida. Além de juros diferenciados, os beneficiados devem ter crédito rotativo, com um cartão em que poderão renovar os valores dos empréstimos.

Tags:
Fonte:
Agência Brasil

0 comentário