Algodão: Com possível redução de impostos, indústria têxtil nacional vive expectativa de comprar pluma estrangeira

Publicado em 10/04/2013 09:16 e atualizado em 10/04/2013 10:04 681 exibições
Enquanto o algodão 2011/12 a ser colhido em meados de junho está em pleno desenvolvimento, o Estado já enviou 398.420 toneladas de pluma da safra 2010/11 para o exterior, número mais alto registrado pela Secex, representando 42% do total da produção de algodão em pluma de Mato Grosso. No Brasil, o consumo não deve passar de 840 mil toneladas na safra 2011/12, mobilizando estoques e a nova produção para fora do país. O contínuo consumo dos países asiáticos desde que Mato Grosso começou a colher a safra passada, absorveu 95% do volume exportado. Só a China consumiu 35% deste volume, ou 138.970 toneladas. Os outros principais destinos foram Indonésia, Coreia do Sul e Turquia. Com pluma disponível, Mato Grosso ajudará o Brasil a galgar o 3º lugar no ranking de maiores exportadores de algodão no mundo em 2011/12, ficando atrás apenas dos EUA e da Índia e tomando a frente da Austrália. Serão 1.045 milhão de toneladas (USDA). Isso também é atribuído à política da Índia de limitar as exportações de algodão - principal fornecedora de pluma dos países asiáticos - e a posição chinesa de manter os estoques altos.

Leia o boletim na íntegra no site do Imea

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário