Algodão: Demanda chinesa recua e preços operam próximos do limite de baixa em NY

Publicado em 27/04/2011 14:25 394 exibições
Os futuros do algodão negociados na Bolsa de Nova York operam com forte baixa nesta quarta-feira, registrando uma nova mínima em três meses.

Sentindo a desaceleração da demanda da China, maior comprador mundial da pluma, os preços recuam e trabalham próximos do limite de baixa de 700 pontos.

O recuo das compras fez com que a escassez de algodão estimada em março seja 24% menor até 31 de julho. Em março, as importações chinesas de algodão tiveram uma baixa de 15% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Por volta das 14h20 (horário de Brasília), o vencimento julho era cotado a 153,39 cents por libra-peso, com baixa de 700 pontos.

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário