Algodão encerra a quarta-feira com menor patamar em 3 meses na Bolsa de NY

Publicado em 28/04/2011 07:09 389 exibições
As cotações do algodão voltaram a despencar e atingiram o menor patamar em três meses ontem na bolsa de Nova York. A pressão veio de movimentos financeiros que antecederam a entrevista coletiva concedida por Ben Bernanke, presidente do banco central americano (Fed). Apesar do tombo, traders consultados pela agência Dow Jones Newswires afirmaram que os fundamentos permanecem altistas e que novas máximas poderão ser testadas nos próximos meses. Ontem, os contratos com vencimento em julho fecharam a US$ 1,5339 por libra-peso, em queda de 700 pontos. Em Rondonópolis (MT), a arroba segue em torno de R$ 107, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).
Tags:
Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Mayco Dias de Sousa Goiânia - GO

    A economia do algodão anda bastante especulativa, acredito que em semanas ou no máximo dois meses possa atingir patamares semelhantes a oito meses atrás, claro que ainda não é o ideal para quem depende do algodão, mas pelo menos melhora, visto que os valores praticados no início de 2010 foram quase que abusivos.

    0