Algodão encerra terça-feira em limite de baixa na Bolsa de NY

Publicado em 08/06/2011 07:42 e atualizado em 08/06/2011 08:55 270 exibições
Os futuros do algodão fecharam ontem com a maior queda permitida na bolsa de Nova York. De acordo com a Bloomberg, isso se deveu a sinais de que a demanda internacional pela fibra americana poderá desacelerar. Os EUA são os maiores exportadores mundiais de algodão. Na semana passada, os compradores estrangeiros cancelaram 46.035 fardos encomendados no ano fiscal encerrado em 31 de julho. "Não há sinais de melhora na demanda", disse Chris Kramedjian, consultor de risco da FCStone Fibers & Textiles, em entrevista à agência. Em Nova York, os papéis com vencimento em outubro encerraram a US$ 1,3883 por libra-peso, recuo de 700 pontos. No mercado doméstico, o indicador Cepea/Esalq para o algodão ficou em R$ 2,3419 por libra-peso, com alta de 0,03%.
Tags:
Fonte:
Valor Econômico

0 comentário