Projeto incentiva plantação de algodão agroecológico

Publicado em 09/08/2011 08:40 392 exibições
Na roça do agricultor José Carlos Nascimento o que se vê é o branco do algodão. Ele é um dos agricultores do assentamento Jorge, na zona rural de Ingazeira, sertão de Pernambuco. A assistência técnica é do projeto Dom Helder Câmara, do Ministério do Desenvolvimento Agrário e da Embrapa.

O projeto é baseado na agroecologia e atende 399 famílias de pequenos produtores em seis microregiões de quatro estados. Ao todo, são 207 hectares de algodão herbáceo prontos para colheita.

Os agricultores do sertão de Pernambuco devem concluir a colheita até a primeira quinzena de agosto. A produção será comprada por empresas do Rio de Janeiro e de São Paulo, que produzem e exportam tênis e roupas.

Na lavoura, nada de produtos químicos. A estimativa é que a produção do projeto nos quatro estados chegue a 30 toneladas de pluma, o algodão descaroçado.

O Nordeste já foi o maior produtor de algodão do país na década de 30 e chegou a ter 3,5 milhões de hectares cultivados. A produção praticamente parou na década de 90 por causa dos estragos do bicudo, inseto que come a flor do algodão, as fibras e as sementes em formação.

Assista ao vídeo com a reportagem completa e saiba como os agricultores recuperaram as lavouras com orientação da Embrapa.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário