MS registra queda de 4,4% na produção de algodão

Publicado em 12/09/2011 08:06 316 exibições
Apesar de ser a melhor safra em cinco anos, o excesso de seca nos últimos seis meses e as baixas temperaturas registradas no final do ciclo, derrubaram em 4,49% a produção de algodão em Mato Grosso do Sul, em relação a abril – quando foi registrada a melhor previsão para a cultura, segundo os levantamentos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). As projeções de colheita do produto em pluma caíram de 93,4 mil para 89,2 mil toneladas.

A área, estimada em 61 mil hectares, apresentou queda de 3,8% na produtividade nos últimos cinco meses por conta dos fatores climáticos, saindo de 1.521 quilos por hectare, para 1.463 quilos por hectare, em setembro. Porém, segundo o especialista em mercado do algodão, consultor da Algotêxtil, Pedro Carlos Calgaro, a estimativa é de que esse número caia ainda mais e a quebra atinja a casa dos 22%.

“A Conab trabalha com números de 30 dias atrás, quando ela faz o levantamento à campo. Hoje, já estamos em 75 mil toneladas de produção, com produtividade de 1,2 mil quilos por hectare e, como chegamos a 90% da safra colhida, esses números estão bem próximos da realidade, devem variar quase nada daqui para frente”, explica. A estimativa é de que até dia 20 de setembro a colheita da safra de algodão seja concluída.

A estiagem e o frio, além de reduzirem a produção, deixaram o algodão com menor qualidade, o que deve desvalorizar o produto na hora da venda.

Tags:
Fonte:
Correio do Estado

0 comentário