Algodão sofre com a seca nos EUA e mercado fecha terça-feira em alta em NY

Publicado em 05/10/2011 07:37 365 exibições
A preocupação com os efeitos da pior estiagem em 100 anos no Texas (EUA) sobre a produção de algodão fez com que o mercado da pluma deixasse a crise de lado e voltasse olhar para os fundamentos. Ontem, em Nova York, os contratos futuros da commodity para entrega em dezembro subiram 266 pontos e fecharam a US$ 1,0187 por libra-peso. Ontem, o Comitê Internacional do Algodão previu que a próxima safra americana será de 3,4 milhões de toneladas, uma queda de 540 mil toneladas. "Essa estimativa ajudou o mercado. Ao longo do tempo, o algodão vai observar o reflexo desses preços mais baixos sobre a demanda", disse Sharon Johnson, analista do Penson Futures, à agência Bloomberg. No Brasil, o indicador Cepea/Esalq caiu 0,44%, para R$ 1,8161 por libra-peso.
Tags:
Fonte:
Valor Econômico

0 comentário