Etanol deve recuar 1,8% e açúcar subir 12% na safra 2019/2020 no Centro-Sul

Publicado em 13/03/2019 17:41 e atualizado em 13/03/2019 18:56
122 exibições
Mesmo com produção menor, combustível derivado da cana encontra cenário favorável com valorização do dólar, elevação da gasolina e incentivos de mercados externos, segundo especialistas.

As usinas da região Centro-Sul do país devem produzir 12,03% mais açúcar e recuar 1,82% na produção de etanol, segundo projeções divulgadas nesta quarta-feira (13) na Conferência Santander Datagro, evento que antecipa as expectativas da safra 2019/2020 realizado em Ribeirão Preto (SP).

De acordo com os números divulgados no evento, a safra 2019/2020 deve ter um aumento de 1,39% na moagem da cana, saindo de 575 milhões de toneladas para 583 milhões de toneladas.

As indústrias devem processar 29,7 milhões de toneladas de açúcar a partir de abril deste ano, contra 26,7 milhões obtidos no ciclo 2018/2019.

O resultado deve elevar para 38,8% a participação do produto nos negócios do segmento, que nos últimos anos perdeu espaço a cadeia produtiva em função de fatores externos como a baixa lucratividade no mercado internacional.

Leia a notícia na íntegra no site do G1

Fonte G1

Nenhum comentário