Condições climáticas beneficiam rebanho gaúcho

Publicado em 04/01/2013 14:57 444 exibições

As chuvas das últimas semanas, associadas ao clima quente e à boa insolação, têm favorecido o desenvolvimento das pastagens cultivadas e a brotação do campo nativo. Com isso, o rebanho, tanto de corte quanto de leite, apresenta bom estado físico-nutricional. Os criadores continuam realizando o controle de parasitas - carrapatos, verminoses e moscas-do-chifre - para preservar o bom estado sanitário dos animais. Em relação à comercialização, os preços praticados continuam estáveis.

A cultura do arroz apresenta-se, preponderantemente, nas fases de germinação e desenvolvimento vegetativo, iniciando a floração. De modo geral, a cultura apresenta boa evolução no Estado. Nas regiões da Campanha e Fronteira Noroeste, as baixas temperaturas ocorridas na semana que passou preocupam os arrozeiros, pois podem prejudicar as áreas que estão iniciando a fase de floração, o que determina o potencial produtivo da lavoura.

Com pouco mais de 30% das lavouras já colhidas no Estado, a cultura do feijão apresenta boa produtividade, mantendo-se ainda superior à previsão de média estadual de 1.228 kg/ha. No momento, dos cerca de 55 mil hectares semeados pelos produtores gaúchos, 10% estão em desenvolvimento vegetativo e germinação, 11% em floração, 23% em enchimento de grãos e 24% maduros e por colher.

As condições climáticas têm favorecido a cultura do milho, que se encontra, em sua maior área, na fase de enchimento de grãos. As lavouras prejudicadas pelas geadas de setembro deverão apresentar produtividade abaixo da esperada. Já as demais áreas apresentam potencial produtivo excepcional, até o momento, conforme os técnicos da Emater/RS-Ascar. O padrão fitossanitário, em geral, é bom, livre da ocorrência de pragas e doenças.

Tags:
Fonte:
Emater/RS

0 comentário