Abate de vacas se intensifica no MT e estado pode registrar falta de bezerros

Publicado em 01/07/2013 08:18 613 exibições

Há pelo menos dois anos, o abate de vacas tem sido intensificado em Mato Grosso. De 2011 até os primeiros meses deste ano o descarte de matrizes segue mês-a-mês com oscilações de percentuais, mas a opção pelas fêmeas é algo consolidado e que acende a luz vermelha no segmento, visto que a manutenção dessa preferência reflete problemas da atividade no Estado que lidera o rebanho nacional de bovinos no país, mas emplaca pelo segundo ano consecutivo uma crise de renda.

As consequências diretas deste aumento da participação das fêmeas nos abates no Estado são de médio prazo e ainda não estão sendo percebidas no mercado. No entanto, quando forem, serão sentidas nos preços dos cortes que deverão ficar mais caros. O chamado ‘apagão de bezerros’, já tratado pelo Diário em novembro do ano passado, deverá ocorrer intensamente a partir do que vem. “Este ano estamos acompanhando uma ligeira valorização do bezerro e até 2015 faltará bezerros no mercado e toda cadeia sentirá o reflexo da realidade atual”, explica Vacari.

Leia a notícia na íntegra no site do Diário de Cuiabá.

Tags:
Fonte:
Diário de Cuiabá

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário