Boi: Menor oferta de bezerros eleva em 9,4% os gastos com reposição

Publicado em 29/08/2013 10:50
506 exibições

Os gastos de pecuaristas de engorda com a compra de animais de reposição tiveram aumento de 9,4% de janeiro a julho deste ano. O percentual corresponde a uma “média Brasil”, que é calculada pelo Cepea com base nos valores praticados em propriedades típicas (unidades representativas do sistema de produção) em 10 estados (GO, MG, MS, MT, PA, PR, RO, RS, SP e TO). Segundo pesquisadores do Cepea, a alta nos gastos está atrelada, principalmente, aos preços mais elevados dos bezerros. Impulsionado pela oferta menor que a demanda, o Indicador do bezerro ESALQ/BM&FBovespa (animal nelore, de 8 a 12 meses – média das regiões sul-mato-grossenses) acumula aumento de 15,8% neste ano, fechando a R$ 810,65 na quarta-feira, 28. No mesmo período de 2012, o movimento era de queda, de 5%. Na parcial de agosto (até o dia 28), o Indicador do bezerro registra média mensal de R$ 800,13, sendo 12% superior à do mesmo período do ano passado e a segunda maior nominal da série Cepea, iniciada em fevereiro de 2000 – atrás apenas da registrada em julho/13 (R$ 804,25). Em termos reais, ou seja, quando considerados os efeitos da inflação (IGP-DI de julho/13), o recorde para o bezerro foi verificado em julho de 2008, de R$ 961,41.

Tags:
Fonte: Cepea

Nenhum comentário