Boi: Famasul projeta VBP recorde para 2013

Publicado em 02/09/2013 14:17
512 exibições

O Valor Bruto de Produção (VBP) de bovinocultura de corte de Mato Grosso Sul deve fechar 2013 com patamar recorde. O VBP indica a riqueza gerada pelo setor impactando diretamente na economia do Estado e é calculado através da multiplicação do volume produzido pelo preço do boi gordo. A estimativa recorde é da Unidade Técnica da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Sistema Famasul). 

A previsão é de que o VBP da bovinocultura de corte atinja R$ 5,45 bilhões em 2013, com alta de 4,8% em comparação ao ano passado, quando o índice ficou em R$ 5,2 bilhões.

O VBP representa o desempenho do setor para a economia local e não necessariamente o aumento da rentabilidade do produtor, comprometida pelos custos de produção. De acordo com os últimos dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq), em MS, o custo operacional total, ou seja, gastos com insumos, anotou variação de 5,65% no acumulado do ano (jan a mar), sendo o terceiro maior resultado do país, atrás de PR e SP. 

De acordo com a assessora técnica do Sistema Famasul, Adriana Mascarenhas, o aumento do VBP está mais relacionado à elevação dos preço do boi gordo do que elevação da produção. "Em 2013, a produção de carne bovina do Estado permaneceu praticamente a mesma, já o valor do boi gordo subiu de forma significativa entre 2012 e 2013, com incremento de 3,8%", afirma Adriana, ressaltando que o boi gordo saltou de R$ 88,84 para R$ 92,21 a arroba no comparativo analisado.

Nos últimos cinco anos, o VBP do setor cresceu 73% em MS, motivado principalmente pela alta de 20% na produção pecuária que saiu de 758 mil toneladas em 2009 para 911 mil toneladas em 2013. "Este recorde demonstra um ganho de produtividade do setor ", enfatiza a assessora.

Ainda segundo o artigo técnico do Sistema Famasul, em 2013 o volume de abate de bovinos atingiu 2,4 milhões de cabeças entre janeiro e julho deste ano, com elevação de 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando os abates atingiram 2,2 milhões de cabeças.

Tags:
Fonte: Famasul

0 comentário