Boi: Mercado de reposição deve ficar mais aquecido em Tocantins após regularização das chuvas

Publicado em 11/10/2013 11:04
569 exibições

As chuvas começaram no Tocantins, o que anima os pecuaristas a adquirirem animais de reposição. No entanto, o volume de negócios ainda é pequeno.

Os animais estão mais caros em relação a outubro, o que dificulta as vendas. A alta do boi gordo motivou as valorizações no mercado de reposição.

Destaque para o boi magro ([email protected]) negociado, atualmente, por R$1.060,00, em média, alta de 2,7% em um mês. Em setembro, era negociado a R$1.030,00 por cabeça, em média.

Bezerro ([email protected]) e garrote (9,[email protected]) tiveram alta de 1,4% e 0,3% no período.

O boi gordo subiu em maior proporção no mesmo período. A arroba é negociada em valor 4,9% maior em relação a setembro, o que aumentou o poder de compra do pecuarista.

A estabilidade na cotação do bezerro desmamado (5,[email protected]) possibilitou o maior aumento da relação de troca entre as categorias.

Atualmente, compra-se 2,59 bezerros desmamados com a venda de um boi gordo (16,[email protected]) no estado. É a maior relação de troca em doze meses.

Tags:
Fonte: Scot Consultoria

0 comentário