Cassilândia (MS) espera reabertura de ex-planta do JBS pelo Frigorífico Mataboi

Publicado em 25/09/2018 19:58 1594 exibições

LOGO nalogo

A pequena Cassilândia no Nordeste do Mato Grosso Sul pode chegar ao fim do ano com duas plantas de abate de bovinos em operação. A primeira já foi confirmada pelo Boiporé, de Goiás, e a segunda o frigorífico Mataboi não confirma, mas a cidade inteira está aguardando.

A unidade fechada pelo JBS deverá ser reaberta em outubro agora sob o CNPJ do grupo sediado em Uberlândia - e atualmente pertencente ao JBJ -, conforme disseram ao Notícias Agrícolas alguns dos principais agentes do mercado do boi na cidade. Lembrando que a empresa pertence a José Batista Júnior – o Júnior Friboi - irmão mais velho de Wesley e Joesley afastados da JBS no rastro da Operação Greenfield.

A diretoria do Mataboi foi procurado várias vezes nos últimos dias pelo Notícias Agrícolas e, em uma dessas vezes, o executivo  Marcos Gonçalvez relatou que o assunto deveria ser tratado pela presidência, no entanto não negando a informação sobre a abertura da unidade.

As várias fontes consultadas, entre as quais até autoridades municipais, preferiram o anonimato segundo orientação recebida dos próprios funcionários e corretores do Mataboi que circulam pela cidade. A movimentação de pessoas na planta já é vista com frequência, o que poderia indicar atividades de manutenção.

A empresa estaria esperando para fazer o comunicado oficial às vésperas da reabertura.

Mas a notícia já se espalhou por cidades vizinhas, incluindo Aporé (GO). A expectativa é que além da geração de empregos, em torno de 600 diretos, a ‘nova’ unidade venha aumentar a concorrência pelos bois na região, como comentou um dos pecuaristas da cidade. Hoje, a produção local é vendida em Paranaíba, a quase 100 km de distância, em Campo Grande, mais de 500 km, ou pagando ICMS interestadual em Anaporé.

Quando foi fechada, por exigência do Conselho Administrativo de Direito Econômico (Cade) a menos que o JBS arcasse com multas, a planta abatia de 660 a 770 animais/dia, conforme o Notícias Agrícolas deu em primeira mão no dia 20 de março.

Boiporé

O outro frigorífico que será reaberto em Cassilândia é o antigo Canãa. O negócio já foi realizado pelo Boiporé, da vizinha Aporé, e só está a espera da recuperação do SIF e da Licença Ambiental, como disse em entrevista recente o presidente da empresa, Renato Martins Silva. 

Por:
Giovanni Lorenzon
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário