Boi: Ritmo de alta está definitivamente mais lento

Publicado em 20/09/2010 14:19 e atualizado em 20/09/2010 15:10
591 exibições

O ritmo de alta está definitivamente mais lento. Reajustes de preços em São Paulo são cautelosamente evitados, de modo a concentrar as compras nos Estados vizinhos.


Hoje, o volume de negócios se mostrou reduzido e há frigoríficos que se posicionaram fora do mercado a fim de observar a movimentação antes de iniciar as negociações.


Nas praças vizinhas, entretanto, ainda há pressão de alta, principalmente no Norte, sendo que no Pará há frigoríficos paralisados à espera de aumento de oferta.


Em Goiás, a participaçao dos animais de confinamento nas escalas é grande, mas ainda não foi capaz de abalar a tendência de alta e a indústria parece absorver toda a oferta com facilidade.
Tem sido uma árdua queda de braço entre oferta e demanda e que, no fim das contas, acabou trazendo um delicado equilíbrio ao mercado, ao menos na praça balizadora.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário