Boi Gordo: Ritmo de alta está mais lento, mas ainda não há espaço para quedas

Publicado em 05/10/2010 13:34
423 exibições

O mercado segue firme, mas anda de lado, de forma que há baixíssimo interesse dos frigoríficos em pagar mais pela arroba, deixando o ritmo de alta mais lento, mas ainda não há espaço para quedas, definitivamente.
A oferta de animais de confinamento tem se mostrado maior, mas a indústria ainda é capaz de absorvê-la com facilidade, em uma tentativa de reduzir a ociosidade. As escalas aumentaram ligeiramente, mas ainda podem ser consideradas curtas.
As chuvas também favoreceram a liberação de animais confinados, uma vez que eles perdem peso com a lama que se forma.
No Norte do País, entretanto, a situação continua difícil e a oferta, escassa, de modo que ainda há frigoríficos paralisados no Pará.
O fato é que o início do mês pode atuar como suporte aos preços devido ao aumento do consumo, mas por enquanto ainda não fez a diferença em termos de preços.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário