Piauí atinge recorde de vacinação contra febre aftosa

Publicado em 11/07/2011 07:54 347 exibições
Estado teve 95.72% de cobertura vacinal na primeira etapa da campanha.
O Piauí alcançou 95.72% de cobertura vacinal na primeira etapa da 16ª Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa de seu rebanho bovino - a meta era chegar a mais de 90%, mantendo status de risco médio. O Piauí tem aproximadamente 1,7 milhão de cabeças de gado, com maior concentração na região Sul. A campanha ocorreu de 1° a 30 de maio, e a certificação por parte dos criadores seguiu até o dia 15 de junho.

– Nós começamos esse trabalho de sanidade animal ainda durante o governo Wellington Dias, criando uma legislação para o setor, criando e estruturando a Adapi; e temos mantido um investimento contínuo em defesa agropecuária para deixar aquela pecha horrorosa que era o risco desconhecido – disse o governador Wilson Martins, durante o anúncio do índice de vacinação.

Martins destacou que o cenário da pecuária no Piauí já mudou em função da saída da zona de risco desconhecido.

– Hoje, o gado está valorizado, o comércio aquecido. Um bom exemplo é que uma indústria interessada em produzir leite em pó já manifestou interesse em instalar-se na Zona de Processamento de Exportações de Parnaíba (ZPE) – disse o governador.

Ao todo, 25 municípios piauienses atingiram 100% de cobertura vacinal. Segundo José Antônio, diretor da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), o Estado alcançou ótimos resultados tanto pela ação dos profissionais da Adapi quanto pelo melhor nível de conscientização dos pecuaristas.

O Piauí tem como objetivo chegar ao status de zona livre da febre aftosa com vacinação. Para isso, será feito um inquérito soro-epidemiológico do rebanho bovino para constatar a erradicação da doença. Além disso, a Adapi deverá aprimorar ações e estruturar seus escritórios em todo o Estado. Atualmente, a agência possui 117 escritórios de atendimento aos criadores, além de 35 Unidades de Saúde Animal e Vegetal (Usav).

O diretor geral da Adapi destacou ainda que o governo fará uma discussão mais próxima com os municípios sobre a situação sanitária de cada um deles.

– Estamos em busca da zona livre com vacinação. Os municípios precisam conhecer o impacto da vacinação para o crescimento dos negócios no Piauí –ressaltou José Antônio.

Tags:
Fonte:
Governo do Estado do PI

0 comentário